2018 – Os 25 Melhores álbuns do “Rock Nacional”. – Discos de Rock

O Rock Nacional está fora do “mainstream”, mas nem por isso deixa de nos presentear com ótimas bandas e bons trabalhos. Por falta de tempo, e para não adiar mais a publicação da lista, resolvi publicá-la sem as “mini-resenhas”, mas prometo fazer isso em breve e completar o “post” para dar mais informação aos leitores.

Na lista de melhores, só entraram discos e EP’s de estúdio lançados em mídia física (CD, LP e K7) e em streaming,, e o Heavy Metal e seus subgêneros ficaram de fora… Os Estilos “citados” nos álbuns são só uma referência para o leitor se situar, as bandas possuem influências diversas e definir um estilo é sempre difícil….

Como toda lista nunca é unânime, já que reflete o gosto e a preferência de quem a elabora… você pode usar os comentários para deixar suas preferências e enriquecer o “post”, que tem o intuito de ser somente um guia para consulta e indicação de bons álbuns do gênero que tanto amamos. Show! É #Rock…

Veja também:  Os 20 Melhores álbuns do “Rock Nacional” de 2017.

Veja também:  Os 25 Melhores álbuns do “Rock Internacional” de 2018.

Neste link, você já pode checar os lançamentos previstos para 2019.

Não deixe de checar as “Playlists” no fim da matéria, com uma música de cada álbum escolhido no YouTube, Deezer e Spotify.

Então… Vamos aos escolhidos!

25
Gosotsa – “O Sol Tá Maior III”
07/03/2018
#RockAlternativo

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

24
Templates – “Não Desligue o Rádio”
31/10/2018
#RockBr

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

23
Masmorra – “Masmorra” (EP)
09/02/2018
#HardRock

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

22
Titãs – “Doze Flores Amarelas – A Ópera Rock”
11/05/2018
#RockBr

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

21
Attività Power Trio – “Confusão”
31/01/2018
#RockBr

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

20
Somaa – “O Mundo Quer te Enganar”
17/07/2018
#RockBr

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

19
Armada – “Bandeira Negra”
02/02/2018
#RockBr

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

18
The Spacetime Ripples – “Legend of Creation”
26/01/2018
#StonerRock

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

17
Devilish – “Superfreaktion”
16/11/2018
#HardRock

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

16
Molho Negro – “Normal”
02/11/2018
#RockBr

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

15
Capital Inicial – “Sonora”
07/12/2018
#RockBr

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

14
Os Replicantes – “Libertà”
09/03/2018
#PunkRock

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

13
Baranga – “Motör Vermelho”
31/08/2018
#HardRock

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

12
MATTILHA – “Crônicas do Undeground”
10/08/2018
#RockAlternativo

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

11
Remate – “Remate” (EP)
10/08/2018
#RockBr

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

10
Fabiano Negri – “The Lonely Ones”
10/03/2018
#RockBr

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

09
Autoramas – “Libido”
20/07/2018
#RockBr

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

08
Radio Front – “Into The Rain”
10/08/2018
“#RockBr”

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

07
menores atos – “Lapso”
08/06/2018
#RockBr

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

06
Violet Soda – “Here We Go Again” (EP)
08/06/2018
#RockBr

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

05
Cólera – “Acorde! Acorde! Acorde!”
16/03/2018
#PunkRock

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

04
Variantes – “Pra Variar”
25/05/2018
#RockBr

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

03
TREMA – “Na Capital”
27/04/2018
#RockBr

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

02
Still Living – “Ymmij”
02/04/2018
#HardRock/#AOR

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

Obs: O álbum foi lançado em CD na Europa e em streaming em Dezembro de 2017 e no Brasil (CD) em Abril de 2018…

01
Pleasure Maker – “Dancin’ with Danger”
23/03/2018
#HardRock/#AOR

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

 

Playlist no Spotify

https://open.spotify.com/playlist/4AhoMfm6pceefWA3WCXLFZ

Playlist no Deezer

https://www.deezer.com/en/playlist/5307970826

Playlist no YouTube

2018 – Os 25 Melhores álbuns do “Rock Internacional”. – Discos de Rock

O ano de 2018 foi recheado de lançamentos! Milhares de bandas nos presentearam com o melhor do rock. (Você pode checar centenas desses lançamentos, na “Lista de álbuns – Lançamentos 2018“).

Na lista de melhores, só entraram discos e EP’s de estúdio lançados em mídia física (CD, LP e K7) e em streaming, e o Heavy Metal e seus subgêneros ficaram de fora… Como toda lista nunca é unânime, já que reflete o gosto e a preferência de quem a elabora… você pode usar os comentários para deixar suas preferências e enriquecer o “post”, que tem o intuito de ser somente um guia para consulta e indicação de bons álbuns do gênero que tanto amamos…

Os sub-gêneros do #Rock “citados” ao lado dos álbuns, são só uma referência para o leitor se situar, as bandas possuem influências diversas e definir um estilo, as vezes, não é tão simples…

Veja também:  Os 20 Melhores álbuns do “Rock Internacional” de 2017.

Veja também:  Os 25 Melhores álbuns do “Rock Nacional” de 2018.

Neste link, você já pode checar os lançamentos previstos para 2019.

Então… Vamos aos escolhidos de 2018! Show! É #Rock…

Além dos 25 escolhidos, listo abaixo, outros 15 álbuns que merecem atenção da galera vidrada no rock ‘n’ roll. No total são 40 álbuns de diversos estilos para se apreciar e conhecer melhor o universo do rock que tanto amamos. Não deixe de checar as “Playlists” no fim da matéria!

Ammunition – “Ammunition” – #HardRock – Noruega

Beth Hart & Joe Bonamassa – “Black Coffee” – #BluesRock – EUA

Blackberry Smoke – “Find a Light” – #SouthernRock – EUA

Church of the Cosmic Skull – “Science Fiction” – #AlternativeRock – Inglaterra

City of Thieves – “Beast Reality” – #HardRock – Inglaterra

Manic Street Preachers – “Resistance Is Futile” – #AlternativeRock – País de Gales

Monster Truck – “True Rockers” – #HardRock/#SouthernRock – Canadá

Nordic Union – “Second Coming” – #HardRock – Dinamarca/Suécia

Riverside – “Wasteland” – #ProgRock – Polônia

Smashing Pumpkins“Shiny and Oh So Bright, Vol.1 / LP: No Past. No Future. No Sun.” – #AlternativeRock – EUA

Stone Temple Pilots – “Stone Temple Pilots” – #AlternativeRock – EUA

The Night Flight Orchestra – “Sometimes the World Ain’t Enough” – #HardRock/#AOR – Suécia

Treat – “Tunguska” – #HardRock – Suécia

Turbonegro – “RockNRoll Machine” – #PunkRock – Noruega

White Widdow – “Victory” – #HardRock/#AOR – Austrália

25

Alice In Chains – “Rainier Fog”

#Post-Grunge/#HardRock – EUA

24/08/2018

“Rainier Fog”, o 6º álbum da banda americana, chega forte, com grandes canções e produção caprichada. O álbum definitivamente consolida a nova formação da banda com “Jerry Cantrell” (guitarra) no comando, alternando os vocais com o ótimo “William DuVall” (guitarra). A banda ainda conta com a ótima “cozinha” formada por Sean Kinney (bateria) e Mike Inez (baixo), os dois remanescente da “Era Layne Staley”… “Rainier Fog” olha para o passado da banda, você encontra elementos dos 3 primeiros álbuns da “era Grunge”, mas ao mesmo tempo, é pesado, com solos melódicos e melodia arrastada é um álbum mais colado no “Metal” que caracteriza a nova era da banda. Enfim, mais um bom álbum para a discografia de uma das grandes bandas de Seattle.

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

24

The Dead Daisies – “Burn It Down”

#HardRock – EUA/Austrália

06/04/2018

“Burn It Down” é o quarto álbum de estúdio da banda. Um supergrupo formado por John Corabi (vocais), Doug Aldrich e David Lowy (guitarras), Marco Mendonza (baixo) e Deen Castronovo (bateria)… Essa formação só poderia nos presentear com uma mescla do que há de melhor no blues rock e no hard Rock dos anos “1970” e “1980”… um verdadeiro álbum de rock clássico, com grandes canções, riffs de tirar o folego, um vocal inspirado de “John Corabi”… “Deen Castronovo” deu nova vida a bateria da banda e mais uma vez “Dough Aldrich” é a cereja do bolo, grande guitarrista!!! … Destaque para as músicas: “Judgement Day” , “Bitch (ótimo cover dos Stones)”, a balada Set Me Free” e a ótima “Dead and Gone”… Definitivamente “Burn It Down” é o melhor trabalho da banda!!

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

23

The Sheepdogs – “Changing Colours”

#HardRock/#SouthernRock – Canadá

02/02/2018

“Changing Colours”, o 6º álbum de estúdio da banda canadense, é um álbum sólido e faz a cena dos anos 70 parecer viva com um Southern Rock de qualidade. Há um excesso de interlúdios instrumentais e isso deixa o álbum fluir um pouco travado, mas no geral o álbum é excelente, onde as guitarras se destacam, e as canções trilham com competência as influências de “The Allman Brothers Band”, “Crosby, Stills & Nash”. Enfim, um agradável álbum para amantes do Classic Rock apreciarem!!

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

22

The Brew – “Art of Persuasion”

#HardRock – Inglaterra

05/10/2018

Diz pra mim… Como será sentar na bateria e ver seu “paizão” mandando muito bem no baixo, ou olhar para trás e ver seu “filhão” detonando na batera… Pois é, o The Brew é isso aí… o baixista Tim Smith e seu filho Kurtis Smith na bateria… O vocalista e guitarrista Jason Barwick completa o o trio que manda muito bem desde 2005 o seu Hard Rock com pitadas psicodélicas… “Art of Persuasion” é o 6º álbum de estúdio da banda inglesa e oferece um estilo de rock moderno que mergulha nos anos 70 e às vezes acena para a cena de “Seattle” dos anos 90… Um álbum sólido e cheio de energia, com ótimos riffs de guitarra, belas melodias e vocais fortes.

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

21

Metric – “Art of Doubt”

#AlternativeRock – Canadá

21/09/2018

“Art of Doubt” é o 7º álbum da banda alternativa canadense. O quarteto formado por Emily Haines (vocal, sintetizadores, guitarra), James Shaw (guitarra, sintetizadores), Joshua Winstead (baixo, sintetizadores) e Joules Scott-Key (bateria) nos apresenta um álbum que abraça suas raízes, que mistura o “Synthpop” oitentista e seus sintetizadores com os timbres das guitarras noventista. Um álbum que mostra a maturidade da banda e mantém a diversão em algumas de suas melhores músicas em anos… Destaque para as músicas: “Dark Saturday”, “Now or Never Now” e “Risk”.

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

20

Gioeli – Castronovo – “Set the World on Fire”

#HardRock/#AOR – EUA

13/07/2018

Johnny Gioeli e Deen Castronovo já estiveram juntos em “Double Eclipse (1992)”, o ótimo álbum de estreia da banda Hardline… O duo americano retoma a parceria, após mais de 25 anos, com o álbum “Set the World on Fire”, que conta com a produção e composições do tecladista “Alessandro Delvecchio”… Um grande álbum de AOR, melodias edificantes, refrãos pegajosos e crescentes, teclados viajantes, comoventes mensagens líricas e a voz ímpar de Johnny Gioeli … Destaque para as músicas: “Set the World on Fire”, “Run For Your Life” e as baladas “Walk with Me” e “It’s All About You”.

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

19

Lucifer – “Lucifer II”

#HardRock/#StonerRock – Suécia/Alemanha

06/07/2018

“Lucifer II” é o segundo álbum de estúdio da banda da ótima vocalista “Johanna Sadonis”… Com riffs pesados ​​e melodias memoráveis, o álbum mostra a banda em firme evolução, carregando o espírito imortal do hard rock setentista e as tendências do “Occult Rock Moderno”… Destaque para as músicas “Phoenix” (com pitadas de Fleetwood Mac), “Dancing with Mr. D” (cover dos Stones) e a poderosa “Eyes in the Sky”… Para quem curte rock, esse álbum é jornada obrigatória!

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

18

FM – “Atomic Generation”

#HardRock/#AOR – Inglaterra

30/03/2018

O quinteto inglês está de volta com “Atomic Generation”, e este é um dos melhores trabalhos do “FM” em anos, bem produzido, coeso, com grandes canções executadas à beira da perfeição e com grandes interpretações de “Steve Overland”, uma das vozes mais conhecidas e respeitadas do universo “AOR/Melodic Rock”. “Atomic Generation” é a fusão bem sucedida de tudo o que amamos no rock’n’roll, um excelente álbum de AOR, que certamente agradará aos fãs do estilo com suas melodias envolventes, refrãos cativantes e vocais incomparáveis… Certamente, um álbum que vai mantê-lo ligado por horas! Divirta-se!

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

17

Don Airey – “One Of A Kind”

#HardRock – Inglaterra

25/05/2018

“One Of A Kind” é o 5º álbum solo do tecladista inglês. Don Airey, um dos maiores tecladistas da história, é o atual tecladista do Deep Purple (substituiu Jon Lord em 2002) e desde os anos 70′ participou em inúmeros trabalhos de nomes renomados como Ozzy, Rainbow, Gary Moore, Judas Priest, Whitesnake e muitos outros. “One Of A Kind” conta com uma banda de respeito… Laurence Cottle (baixo), Simon McBride (guitarra) e Jon Finnigan (bateria) e o ótimo Carl Sentance, atual vocalista da banda Nazareth. O álbum nos presenteia com músicas sólidas, grandes melodias, pitadas progressivas, vocais deslumbrantes e solos cativantes… enfim, um álbum solo que reúne o espírito das grandes bandas do Hard Rock setentista.

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

16

Greta Van Fleet – “Anthem of the Peaceful Army”

#HardRock – EUA

“Anthem of the Peaceful Army” é o 1º álbum de estúdio da banda americana. Os irmãos “Kiszka” (Josh, Jake e Sam) mais o baterista “Danny Wagner” formam hoje, a banda mais badalada do momento, e fazem barulho desde o ano passado, inclusive, o “EP Duplo”, “From the Fires”, figurou em nossa  lista de melhores álbuns de 2017. “Anthem of the Peaceful Army” é um ótimo álbum, um belo “mix” de canções elétricas e acústicas e mostra a banda em franca evolução, mas ainda com “ar zeppeliano”. Soar como o “Led Zeppelin” não é demérito algum, mas a garotada precisa, e com certeza vai encontrar, uma assinatura própria, um “DNA” pra chamar de seu. Destaque para 4 ótimas canções: “Watching Over”, “Lover, Leaver”, “Age of Man” e “Brave New World”… É, o futuro é o passado!!! Parece que o “ar setentista”, que voltou forte nesta década, veio pra ficar, são centenas de bandas e o “Greta Van Fleet” é uma delas… E não poderia ser diferente, não é mesmo? …

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

15

Groundbreaker – “Groundbreaker”

#AOR /#HardRock – Inglaterra/Suécia

14/09/2018

E olha o vocalista “Steve Overland”, aqui, novamente… Groundbreaker é um projeto de “Rock Melódico” que une “Steve Overland” (FM) e o excelente guitarrista “Robert Sall” (Work of Art, W.E.T), completam a banda Nalley Pahlsson (Baixo), Herman Furin (Bateria) e Alessandro Del Vecchio (Teclados). O álbum de estréia auto-intitulado é simplesmente tudo o que um fã do “AOR/Melodic Rock” sonha em ouvir… belas melodias, incríveis performances instrumentais, refrãos marcantes e um vocal cativante. Um dos melhores trabalhos do gênero no ano! 

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

14

Black Mirrors – “Look Into The Black Mirror”

#HardRock – Bélgica

31/08/2018

Desde que divulgamos o 1º clip do ótimo EP de estréia da banda em fevereiro de 2017 esperávamos por esse lançamento… e ele chegou majestoso indicando um futuro promissor ao quarteto… “Look Into The Black Mirror” é o 1º álbum de estúdio da banda belga e mostra muita qualidade com uma mescla de músicas pesadas e diretas e outras mais intimistas…  uma mistura impressionante de Garage Rock, Indie, Stoner Rock e Blues…  A vocalista “Marcella Di Troia” arrebenta com sua voz áspera e poderosa e “Pierre Lateur” nas guitarras me impressionou, muito bom… destaque para as músicas “Moonstone” , “Günther Kimmich” e “Burning Warriors”… Recomendo fortemente este álbum… Escutei algo de diferente aqui, e isso me agradou muito!!!

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

13

Black Stone Cherry – “Family Tree”

#SouthernRock – EUA

20/04/2018

A banda americana Black Stone Cherry é, e sempre foi, Chris Robertson (vocal, guitarra), Ben Wells (guitarra), Jon Lawhon (baixo), e o ótimo John Fred Young (bateria)… e “Family Tree” é o 6º álbum de estúdio, e é mais uma prova do porquê da banda de “Kentucky” ser tão bem sucedida nesses 17 anos de estrada. Com a voz poderosa de “Chris Robertson” e a forte instrumentação de toda a banda, o álbum é pura energia do começo ao fim,  é coeso não possui ponto fraco… um “Hard Southern Rock” competente, maduro, e com pura paixão e alma em cada nota e letra… Vai por mim, escuta correndo!!!

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

12

Árstíðir – “Nivalis”

#AlternativeRock – Islândia

22/06/2018

“Nivalis” é o quarto álbum da banda de “indie/folk/rock” islandesa. O álbum é uma sincronização tocante de instrumentos de cordas, percussão de bom gosto, experimentações e vocais harmonizados, que criam atmosferas únicas… Os vocais são a peça central do álbum onde as habilidades vocais de todos os três membros criam linhas vocais, que são agradáveis ​​aos ouvidos, e este entrelaçamento de vozes diferentes proporcionam melodias e harmonias mágicas e de muita emoção. O fundo instrumental diversificado e as letras intimistas e maduras completam a obra, que é um convite para um viagem sonora fantástica e se você por um acaso “esbarrar” com “Simon e Garfunkel”, “Bee Gees” e “Radiohead”, não será mero acaso.

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

11

Idles – “Joy As An Act Of Resistance”

#PunkRock – Inglaterra

31/08/2018

Após o aclamado álbum de estreia “Brutalism”, que mereceu destaque em nossa lista de melhores álbuns de 2017, a banda de “punk rock” inglesa esta de volta… “Joy As An Act Of Resistance” é mais um grande álbum cheio de energia, rispidez e crítica ferrenha, abordando temas políticos, sociais e humanos… O vocalista “Joe Talbot” mais uma vez, despeja seus vocais roucos com vigor e sarcasmo… “Joy As An Act Of Resistance” é “alegre” e rebelde… mais um trabalho da banda que vai agradar em cheio os amantes do “Punk Rock” e “Post-punk”.

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

10

Clutch – “Book of Bad Decisions”

#HardRock – EUA

07/09/2018

Grande álbum, guitarras sólidas, percussão precisa e o vocalista “Neil Fallonn” exuberante, um verdadeiro poeta. “Book of Bad Decisions” é o 12º álbum de estúdio da banda americana, e nos mostra a banda em grande fase. Esse não é um dos trabalhos mais pesados da banda, mas mostra toda criatividade e versatilidade que flui pelo Hard Rock, Blues Rock e Southern Rock.  Enfim, “Book of Bad Decisions”, é mais um grande álbum que a banda agrega à sua já excelente discografia.

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

09

The Struts – “Young & Dangerous”

#HardRock – Inglaterra

26/10/2018

O “The Struts” é uma banda em franca evolução e vem angariando fãs e elogios dos dois lados do Atlântico com seu “Glam Rock” revival, e já abriu os shows de grandes bandas como Rolling Stones, The Who, Foo Fighters e Guns N’ Roses… “Young & Dangerous” é o 2º álbum de estúdio do quarteto inglês e com grandes refrões e uma atitude atrevida, nos apresenta um mix poderoso de influências que nos faz viajar por Queen, Stones, Def Leppard, T-Rex, Sex Pistols,  The Darkness, The Killers… E esse é o grande acerto da banda, distante da turma de cara feia que só balança a cabeça, o “The Struts”, com o carisma de seu vocalista, o ótimo “Luke Spiller”, nos apresenta um “Hard Rock” dançante e divertido. Álbum Imperdível!!

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

08

Arena – “Double Vision”

#ProgRock – Inglaterra

25/05/2018

“Double Vision” é o nono álbum da banda progressiva inglesa. Um trabalho sólido, maduro, que une peso e melodias contagiantes, onde o mestre “Clive Nolan” nos presenteia com atmosferas memoráveis no teclados. “Paul Manzi” está impecável nos vocais e o trabalho instrumental de “John Mitchell (Guitarra)”, “Kylan Amos (Baixo)” e “Mick Pointer (Bateria) é impecável. O álbum possui 7 canções e finaliza com a épica “The Legend of Elijah Shade”, 22 minutos de pura viagem no que de melhor a música pode nos proporcionar!

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

07

Simple Minds – “Walk Between Worlds”

#AlternativeRock – Escócia

02/02/2018

Com mais de 40 anos de estrada, a banda liderada pelo vocalista “Jim Kerr” e pelo guitarrista Charlie Burchill, continua na mesma trilha dos refrãos empolgantes, das melodias de teclado e sintetizadores e da batida dançante. O 18º álbum da banda escocesa é de muito bom gosto, onde o moderno se encaixa perfeitamente com os momentos nostálgicos dos anos 80. Destaque para as músicas “Magic”, “Utopia” e “Walk Between Worlds”.

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

06

Uriah Heep – “Living the Dream”

#HardRock – Inglaterra

14/09/2018

São quase 50 anos de estrada… E eis que surge mais um álbum da tradicional banda inglesa… “Living the Dream” é o 25º álbum de estúdio do Uriah Heep e é, com certeza, o melhor trabalho da banda neste século, um álbum excelente, muito bem produzido e o velho e bom Hard Rock com pitadas de Metal e Prog… “Mick Box” comanda as guitarras e a banda com a maestria de sempre, “Bernie Shaw” nos presenteia com vocais deslumbrantes, “Phil Lanzon”, como sempre, maravilhoso nos teclados e a “cozinha” é precisa composta por Russell Gilbrook (bateria) e Davey Rimmer (baixo). Eu se fosse você não perdia tempo, e escutava esse álbum… Um álbum clássico dessa grande banda, que é uma das lendas do Rock…

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

05

Steve Perry – “Traces”

#Rock/#AOR – EUA

05/10/2018

Mais de 20 anos sem a voz de “Steve Perry”… Mas ela está de volta, e esse já seria um motivo mais do que suficiente para o álbum “Traces” estar nessa lista. O eterno vocalista da banda “Journey”, aos 69 anos, nos presenteia com um trabalho belíssimo, carregado de emoção e com belas “baladas”. A música “In the rain”  é belíssima e intimista, onde o piano e a voz de “Perry” nos enchem de paz e nos leva ao êxtase… Destaque ainda, para as músicas “No Erasin'”, “No More Cryin'” e “We Fly”. O segredo aqui, é ouvir o álbum do inicio ao fim e apreciar uma das mais belas vozes do rock em todos os tempos!

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

04

Perfect Plan – “All Rise”

#HardRock/#AOR – Suécia

20/04/2018

“All Rise” é o álbum de estreia da banda sueca. A banda é formada por Kent Hilli (vocalista), Rolf Nordström (guitarra), PO Sedin (baixo), Fredrik Forsberg (bateria) e  Leif Ehlin (teclados), músicos experientes mas nenhum com passagem em bandas de renome. E a pergunta aqui é: Onde esses caras estavam que não apareceram antes? Pois é… “All Rise” é um belo álbum de AOR, um dos melhores que já ouvi,  une influências de sons clássicos de bandas como Journey, Foreigner, Giant… e de novas bandas do Rock Melódico como Work Of Art, Brother Firetribe entre outras… O que mais impressiona é a voz fantástica de “Kent Hilli” e o instrumental de alto nível… Destaque para as músicas: “In and out of Love”, “Stone Cold Lover”, “Too Late”, “Never Surrender”, “What Can I Do”… enfim, o álbum inteiro é fantástico, há uma abundância de melodia, harmonia e groove!!

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

03

The Temperance Movement – “A Deeper Cut”

#HardRock/#BluesRock – Escócia

16/02/2018

“A Deeper Cut” é o 3º álbum de estúdio da banda escocesa, e com melodias brilhantes chega para definitivamente colocar a banda entre as melhores da atualidade. Ainda é perceptível a influência de bandas como “The Faces” e The Black Crowes, mas em “A Deeper Cut” a banda encontra definitivamente sua própria assinatura, Um “Southern Blues Rock Moderno”… A sinergia de baixo e bateria em conjunto com a interação perfeita dos guitarristas “Paul Sayer” e “Matt White” estendem o tapete vermelho para “Phil Campbell”, um dos melhores vocalistas da nova geração, brilhar com sua energia e voz exuberante.

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

02

W.E.T. – “Earthrage”

#HardRock/#AOR – EUA/Suécia

23/03/2018

“Earthrage” é o 3º álbum do supergrupo de rock melódico, e chega com tudo que o AOR tem de melhor: Arranjos épicos, refrãos marcantes, riffs e solos incríveis e os vocais clássicos e poderosos Jeff Scott Soto… W.E.T. é Robert Sall nos teclados (“W” do Work of Art), Erik Martensson (“E” do Eclipse) e Jeff Scott Soto (“T” do Talisman), acompanhados do baterista Robban Back e do guitarista Magnus Henriksson. “Earthrage” é um grande álbum, com músicas memoráveis e performances fantásticas, com certeza um dos grandes trabalhos do gênero na década… Então… Corre e escuta esse “petardo” que gruda e não sai da cabeça!! Excelente!!

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

01

Joe Bonamassa – “Redemption”

#BluesRock – EUA

21/09/2018

Depois do fantástico álbum “Blues of Desperation”, que encabeçou a nossa lista de melhores álbuns de 2016, Joe Bonamassa nos presenteia com mais um álbum de estúdio memorável. Em “Redemption” (13º álbum da carreira solo), ao lado de uma banda talentosa, o “BluesRockMan” americano esbanja competência, maestria, sensibilidade… Como não se deliciar com o baita som que é a música “Redemption” e com os solos incríveis nas músicas “Evil Mama”, “Just ‘Cos You Can Don’t Mean You Should” e “Love is a Gamble? Exuberante! “Redemption” é mais uma prova que estamos diante de um dos maiores músicos de todos os tempos!!!

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

—————————————————————————————————————–

Playlist no Spotify



Playlist no Deezer

Playlist no YouTube

2017 – Os 20 Melhores álbuns do “Rock Nacional”. – Discos de Rock

O Rock Nacional está fora do “mainstream”, mas nem por isso deixa de nos presentear com ótimas bandas e bons trabalhos. Por falta de tempo, e para não adiar mais a publicação da lista, resolvi publicá-la sem as “mini-resenhas”, mas prometo fazer isso em breve e completar o “post” para dar mais informação aos leitores.

Na lista de melhores, só entraram álbuns de estúdio, e o Heavy Metal e seus subgêneros ficaram de fora… Os Estilos “citados” nos álbuns são só uma referência para o leitor se situar, as bandas possuem influências diversas e definir um estilo é sempre difícil….

Como toda lista nunca é unânime, já que reflete o gosto e a preferência de quem a elabora… você pode usar os comentários para deixar suas preferências e enriquecer o “post”, que tem o intuito de ser somente um guia para consulta e indicação de bons álbuns do gênero que tanto amamos. Show! É #Rock…

Veja também:  Os 25 Melhores álbuns do “Rock Nacional” de 2018.

Veja também:  Os 20 Melhores álbuns do “Rock Internacional” de 2017.

Neste link, você já pode checar os lançamentos previstos para 2019.

Escute as “playlists” no YouTube e Deezer, que estão no fim do post, com uma música de cada álbum escolhido!!!

Então… Vamos aos escolhidos!

20
Water Rats – “Year 3000”
06/11/2017
#PunkRock

Ouça o álbum: Deezer

19
Paralamas do Sucesso – “Sinais do Sim”
03/08/2017
#RockAlternativo

Ouça o álbum: Deezer

18
Tomada – “Hoje”
24/08/2017
#RockAlternativo

Ouça o álbum: Deezer

17
Mad Monkees – “Mad Monkees”
13/04/2017
#HardRock

Ouça o álbum: Deezer

16
Deb and The Mentals – “Mess”
09/03/2017
“GarageRock”

Ouça o álbum: Deezer

15
Garotas Suecas – “Futuro do Pretérito”
22/10/2017
#RockAlternativo

Ouça o álbum: Deezer

14
Hammerhead Blues – “Caravan of Light”
20/04/2017
#HardRock

Ouça o álbum: Deezer

13
Canábicos – “Intenso”
09/04/2017
#HardRock

Ouça o álbum: Deezer

12
Dinamite Club – “Nós Somos Tudo que Temos”
11/05/2017
#PunkRock/#RockAlternativo

Ouça o álbum: Deezer

11
Corona Kings – “Death Rides a Crazy Horse”
10/10/2017
#StonerRock/#HardRock

Ouça o álbum: Deezer

10
Ego Kill Talent – “Ego Kill Talent”
20/01/2017
#StonerRock/#HardRock

Ouça o álbum: Deezer

09
The Bombers – “Embracing the Sun”
06/07/2017
#RockAlternativo

Ouça o álbum: Deezer

08
Bullet Bane – “Continental”
20/10/2017
#Hardcore

Ouça o álbum: Deezer

07
Fabiano Negri – “When Nothing Is Right, Anything Is Possible”
23/06/2017
#Rock/#HardRock

Ouça o álbum: Deezer

06
Scalene – “Magnetite”
17/08/2017
#RockAlternativo/#StonerRock

Ouça o álbum: Deezer

05
Carbona – “Fórmula Mágica”
14/09/2017
#PunkRock

Ouça o álbum: Deezer

04
Far From Alaska – “Unlikely”
03/08/2017
#StonerRock

Ouça o álbum: Deezer

03
Stereophant – “Mar de Espelhos”
27/07/2017
#RockAlternativo

Ouça o álbum: Deezer

02
Depois da Tempestade – “Multiverso”
06/04/2017
#RockAlternativo/#Post-hardcore

Ouça o álbum: Deezer

01
Tales From The Porn – “H.M.M.V”
14/09/2017
#HardRock

Ouça o álbum: Deezer

Playlist No Deezer:

Playlist No YouTube:

2017 – Os 20 Melhores álbuns do “Rock Internacional”. – Discos de Rock

O ano de 2017 foi recheado de lançamentos! Milhares de bandas nos presentearam com o melhor do rock. Muitas bandas e músicos renomados lançaram bons álbuns no decorrer do ano: U2, Foo Fighters, Robert Plant, Deep Purple, Depeche Mode, Gotthard, The Jesus and Mary Chain, Linkin Park, Roger Waters, Gregg Allman, Nickelback, Chuck Berry, Richie Kotzen, Liam Gallagher, Mr. Big, Neil Young, Alice Cooper, Arcade Fire, The Killers, Noel Gallagher’s High Flying Birds, Queens of the Stone Age… (Você pode checar AQUI esses, e muitos outros na “Lista de álbuns – Lançamentos 2017”).

Os sub-gêneros do #Rock “citados” ao lado dos álbuns, são só uma referência para o leitor se situar, as bandas possuem influências diversas e definir um estilo, as vezes, não é tão simples…

Na lista de melhores, só entraram álbuns de estúdio, e o Heavy Metal e seus subgêneros ficaram de fora… Como toda lista nunca é unânime, já que reflete o gosto e a preferência de quem a elabora… você pode usar os comentários para deixar suas preferências e enriquecer o “post”, que tem o intuito de ser somente um guia para consulta e indicação de bons álbuns do gênero que tanto amamos… É #Rock… Então… Vamos aos escolhidos! Show!

Veja também:  Os 20 Melhores álbuns do “Rock Nacional” de 2017.

Veja também:  Os 25 Melhores álbuns do “Rock Internacional” de 2018.

Neste link, você já pode checar os lançamentos previstos para 2019.

20

Liam Gallagher – “As You Were”

#AlternativeRock – Inglaterra

“As You Were” é o primeiro álbum solo do “ex-Oasis” Liam Gallagher… Com ótimas canções e bem produzido, o álbum apesar de moderno, nos remete aos bons tempos do “Oasis” e mostra um “Liam Gallagher” renovado, mais maduro e com uma voz impecável.

19

Inglorious – “Inglorious II”

#HardRock – Inglaterra

Após a o aclamado álbum de estreia em 2016, a banda inglesa “Inglorious” esta de volta ainda melhor. O álbum “II” mostra um som mais maduro e com personalidade… E o Hard Rock agradece… As influências são nítidas (Whitesnake, Deep Purple, Bad Company…)… Mas as grandes canções, os vocais poderosos de Nathan James e um instrumental sólido e de alta qualidade garantem um DNA próprio a banda… O quinteto esbanja competência e nos faz viajar “aos tempos áureos” do velho e bom Hard Rock…

18

Black Star Riders – “Heavy Fire”

#HardRock – EUA

“Heavy Fire” é o terceiro álbum de estúdio da banda americana. Ainda com a “sombra” do “Thin Lizzy” por perto, aos poucos, a banda vai adquirindo identidade e nos presenteia com mais um grande trabalho. Com melodias brilhantes e pegajosas, belos arranjos, a voz impecável de “Ricky Warwick” e um grande e poderoso trabalho de guitarras, o álbum é imperdível. Com um “ar” setentista e pitadas de modernidade o “Black Star Riders” vai despontando com um dos grandes nomes do Hard Rock da atualidade.

17

Pristine – “Ninja”

#BluesRock – Noruega

Ninja é o quarto álbum da banda norueguesa, e mostra uma banda madura e criativa. O “Hard Blues Rock” com pitadas de PsicodeliaSoul, R&B e Funk nos remete aos bons tempos dos anos 70. Com vocais deslumbrantes da vocalista “Heidi Solheim”, belos arranjos e um instrumental de primeira o álbum é imperdível.

16

Roger Waters – “Is This the Life We Really Want?”

#ProgRock – Inglaterra

Após um hiato de 25 anos, “Roger Waters” nos presenteia com um álbum de inéditas e mostra mais uma vez porque é um dos maiores compositores do Rock… “Is This the Life We Really Want?” é quase um “Manifesto” onde “Roger Waters” critica as “mazelas” mundanas, expõe a sua visão de mundo e deixa aflorar seu lado humanista… Com uma sonoridade “floydiana”, o álbum é melodioso, cheio de efeitos sonoros e mostra “Waters” em excelente forma… Não deixe de ouvir!!!

15

Cheap Trick – “We’re All Alright!”

#HardRock – EUA

A banda americana, com mais de quarenta anos de estrada, mostra neste álbum que pra fazer boa música não importa a idade… We’re All Alright! é Hard Rock acessível com pitadas de punk e Southern Rock. O álbum com 10 músicas e pouco mais de 30 minutos, empolga e é diversão garantida. Com sua levada setentista a banda veterana esbanja competência… a voz de “Robin Zander” continua perfeita e o baixo de Tom Petersson e a guitarra de Rick Nielsen impecáveis.

14

Idles – “Brutalism”

#PunkRock – Inglaterra

“Brutalism” é o primeiro álbum de estúdio da banda de “punk rock” inglesa… E chega vigoroso, “inteligente” e cheio de energia… O vocalista “Joe Talbot” despeja seus vocais roucos com vigor e muito sarcasmo. O instrumental é preciso e agressivo… Realmente o quinteto inglês fez um grande trabalho… Vai agradar em cheio os amantes do “Punk Rock” e “Post-punk”. Há anos não ouço um trabalho do estilo tão interessante… Ouça correndo!!!

13

U2 – “Songs of Experience”

#Rock – Irlanda

“Songs Of Experience” é o 14º álbum de estúdio da banda irlandesa… E é um ótimo álbum… maduro, ótimas canções e letras… O álbum soa moderno sem perder as características da banda, o que prova, como sempre, a capacidade da banda em se reinventar… Com mais de 40 anos de estrada, os gigantes irlandeses, não precisam provar nada a ninguém… As vezes leio e ouço críticas a banda… Mas quem conhece um pouco de música, sabe: Fazer música como o U2 faz é difícil… Tudo parece muito simples, mas não é… a forma como eles encaixam as letras, as melodias e harmonias… é única… Bem, apesar do belo álbum, tudo parece muito certinho… faltou aquela “pegada” mais firme, aquela “sujeira” roqueira… e é por esse motivo, que o álbum não está nas primeiras posições da lista.

12

Greta Van Fleet – “From the Fires (EP)”

#HardRock – EUA

O Greta Van Fleet já havia me impressionado em abril com o EP de estreia, o ótimo “Black Smoke Rising”… Aí, a garotada americana resolveu, em novembro, juntar as 4 músicas desse EP com 3 músicas inéditas e uma releitura de “A Change Is Gonna Come” de “Sam Cooke”… Resultado?… Um baita “discão”, o EP “From the Fires”… “Hard Blues Rock” de primeira, com forte influência do Led Zeppelin. Agora é esperar que os irmãos “Kiszka” amadureçam e encontrem uma identidade própria em seus próximos lançamentos, já que talento não falta… Se você não ouviu “isso”… Corre, não sabe o que está perdendo!

11

Me and That Man – “Songs of Love and Death”

#AlternativeRock – Polônia

Bem… Esse álbum é surpreendente… “Songs of Love and Death” é o 1º álbum do projeto “Me and That Man” encabeçado pelo polonês Adam “Nergal” Darski (frontman da banda de metal extremo, “Behemoth”) e pelo inglês/polonês John Porter… Dessa união nasceu um álbum com uma sonoridade incrível… Um “Dark Folk/Country/BluesRock”… “Muito sombrio!!!”… Só escutando para se ter uma noção “dessa viagem ao mundo das trevas”… e como diz a letra da música que abre o álbum: “… O inferno é minha casa…”… haha… Corre, e escuta esse álbum, muito show!!!

10

Robert Plant – “Carry Fire”

#Rock – Inglaterra

“Carry Fire” é o décimo-primeiro álbum da carreira solo de “Robert Plant”… Um belíssimo trabalho, onde o “Folk Rock” predomina, mas que carrega também, todas as influências que fizeram do “Led Zeppelin” uma das maiores bandas de todos os tempos. Acompanhado pelos músicos da “The Sensational Space Shifters”, “Robert Plant” nos entrega belas canções, melancolia e letras que inspiram reflexão. Enfim, um álbum requintado, recheado de percussões, ritmos africanos e orientais… É a criatividade e o misticismo de “Robert Plant” nos presenteando, novamente, com um grande trabalho.

09

Deep Purple – “Infinite”

#HardRock – Inglaterra

São quase 50 anos de estrada… E eis que surge mais um álbum de uma das mais importantes e influentes bandas do rock… “Infinite” é o vigésimo álbum de estúdio da banda Inglesa e talvez, o último como muitos bradam por aí. O álbum é um trabalho honesto, de muita técnica, bem produzido e com excelentes canções… Ian Gillan já não tem a mesma voz dos tempos áureos da banda, mas, aos 71 anos, com muita competência, mostra porque é um dos maiores vocalistas da história do rock. “Roger Glover” (baixo) e “Ian Paice” (bateria) garantem com experiência e maestria uma “cozinha” perfeita. Don Airey faz um trabalho fantástico nos teclados e “Steve Morse” arrebenta na guitarra. Em suma: Mais um grande trabalho de um dos gigantes do rock.

08

The Night Flight Orchestra – “Amber Galactic”

#HardRock – Suécia

“Amber Galactic” é o terceiro álbum do excelente projeto capitaneado pela dupla da banda de Death metal “Soilwork” (vocalista Björn Strid e o guitarrista David Andersson) e pelo baixista da banda “Arch Enemy” (Sharlee D’Angelo). O álbum chega para consolidar de vez a banda sueca como um dos maiores representantes do Rock Melódico/AOR da atualidade. Viajando numa sonoridade que vai do “Classic Rock” ao “AOR” das décadas de 70/80, o sexteto sueco esbanja criatividade, suingue e personalidade em “Amber Galactic” e nos entrega composições de alto nível, com refrãos marcantes, ótimas melodias, belos trabalhos de teclados e excelente performance vocal de Björn Strid.

07

Europe – “Walk the Earth”

#HardRock – Suécia

Os Suecos do Europe nos presenteiam com um baita álbum de Hard Rock. “Walk the Earth” é o 11º álbum de estúdio da banda e é de longe, o melhor trabalho desde o retorno da banda em 2003. Longe do “ar farofa” da década de 80, o álbum bebe na fonte do “Classic Rock” e foi gravado no “Abbey Road Studios”, em Londres… Com ótimas letras, belas melodias, um ótimo trabalho de guitarra de “John Norum” e a voz cativante de “Joey Tempest” o álbum é um prato cheio para os amantes do Hard Rock.

06

Dirty Thrills – “Heavy Living”

#BluesRock – Inglaterra

Heavy Living é o segundo álbum de estúdio da banda inglesa Dirty Thrills. Viajando numa sonoridade setentista mas com roupagem atualizada, percebe-se no “Hard Blues Rock” da banda forte influência de bandas modernas como “Rival Sons” e de bandas clássicas como “Led Zeppelin e Bad Company”. O álbum mostra uma banda em franca evolução, com belos riffs do guitarrista Jack Fawdry e performance vocal poderosa do vocalista Louis James. Destaque para as músicas “Lonely Soul” (uma balada “Soul” belíssima), “I’ll Be With You” (Baita som que “abre o álbum) e “Law Man” (primeiro single de trabalho).

05

Gov’t Mule – “Revolution Come…Revolution Go”

#SouthernRock – EUA

Bem… Falar do “Gov’t Mule” é chover no molhado, não tem disco ruim em sua discografia… Warren Haynes, o líder da banda, dispensa comentários é um baita guitarrista e vocalista e tem experiência de sobra… já integrou o “The Allman Brothers Band” e participou de álbuns de vários artistas “renomados”.

“Revolution Come…Revolution Go” é um álbum excelente, que viaja por sonoridades diversas, com ótimas canções, belas melodias, “riffs” de guitarras primorosos e a voz ímpar, e cada vez melhor, de “Warren Haynes”. Vale destacar também o belo trabalho da banda… Instrumental impecável.

04

Big Big Train – “Grimspound”

#ProgRock – Inglaterra

Big Big Train, um dos melhores e mais conceituados grupos de #ProgRock da atualidade, nos presenteia com um álbum nostálgico, brilhante… O octeto inglês esbanja bom gosto, técnica, musicalidade e nos remete aos anos 70 (tempos áureos do rock progressivo). O vocalista David Longdon está impecável e o instrumental beira a perfeição… Álbum imperdível para os amantes do rock progressivo e da boa música.

03

Harem Scarem – “United”

#HardRock – Canadá

Os canadenses do “Harem Scarem”, que completaram 30 anos de carreira em 2017, lançaram “United” em maio, e mostram porque são um dos nomes mais importantes do “AOR”… O álbum cheio de energia e melodia é excelente do início ao fim… Com um trabalho vocal incrível de Harry Hess e a guitarra impecável de Pete Lesperance, é um presente para os fãs da banda e para os amantes do “Rock Melódico”…  Mesmo com uma roupagem mais moderna o Harem Scarem nos faz viajar pelos melhores momentos do Hard Rock dos anos 70/80/90 e faz a tarefa de ouvir o álbum um grande prazer…

02

Steven Wilson – “To the Bone”

#ProgRock – Inglaterra

“To the Bone” é o quinto álbum da carreira solo do vocalista inglês. O “ex-Porcupine Tree” nos apresenta um álbum excelente… Os amantes conservadores do rock progressivo talvez discordem, mas é certo que “Wilson”, aos poucos, sem abandonar suas raízes, se moderniza, busca novas sonoridades e se torna mais acessível, mas nem por isso menos brilhante… O álbum tem influências nítidas de nomes como “Kate Bush”, “Peter Gabriel”, “Tears For Fears”… Destaque para as canções: “Pariah”, um belíssimo dueto com a cantora “Ninet Tayeb”; a excelente e complexa “Refuge”; e a incrível “Detonation”, a canção mais progressiva do álbum… Em suma, um belíssimo álbum, moderno, cativante… Mais uma vez “Steven Wilson” nos ensina que boa música não tem “estilo” definido. Álbum imperdível!!

01

The War On Drugs – “A Deeper Understanding”

#AlternativeRock – EUA

“A Deeper Understanding” é o quarto álbum da banda alternativa americana “The War on Drugs”… Um belo álbum, melodioso, eclético, profundo, intimista… Em canções longas, a maioria delas com mais de 6 minutos, Adam Granduciel, o líder da banda, despeja sentimentos em belas letras, pitadas de synth-pop, arranjos primorosos e “sonoridades oitentistas” com influências audíveis de Bob Dylan, “Bruce Springsteen, “U2″… Se ao ouvir o álbum, você se desprender do “mundo”, vai ter a impressão de estar ouvindo uma só canção, tamanha é a sinergia entre as músicas… O segredo aqui, é deitar-se num sofá confortável, apertar o play e viajar, sem bússolas ou mapas… Com certeza sua viagem vai ser longa, inesperada, cheia de reflexões e talvez você encontre alguém, e esse alguém é você!!!… Álbum imperdível!!!

2016 – Os 15 melhores álbuns do “Rock Internacional”. – Discos de Rock

15. “Adore Life” – Savages

14. “Edge Of Tomorrow” – Sunstorm

13. “Blue & Lonesome” – Rolling Stones

12. “Desire’s Magic Theatre” – Purson

11. “Night Thoughts” – Suede

10. “Hollow Bones” – Rival Sons

09. “White Bear” – The Temperance Movement

08. “Are You Real?” – Beware of Darkness

07. “Blackstar” – David Bowie

06. “Another Fall from Grace” – The Mission

05. “Lady in Gold” – Blues Pills

04. “A Moon Shaped Pool” – Radiohead

03. “Post Pop Depression” – Iggy Pop

02. “The Similitude of a Dream” – The Neal Morse Band

01. “Blues of Desperation” – Joe Bonamassa

2016 – Os 10 melhores álbuns do “Metal”. – Discos de Rock

10. “Pocho Aztlan” – Brujeria

09. “The Last Stand” – Sabaton

08. “Hardwired … To Self-Destruct” – Metallica

07. “Jomsviking” – Amon Amarth

06. “Built To Last” – Hammerfall

05. “Dystopia” – Megadeth

04. “Magma” – Gojira

03. “Brotherhood of the Snake” – Testament

02. “Terminal Redux” – Vektor

01. “Sorceress” – Opeth

2016 – Os 8 melhores álbuns do “Rock Nacional”. – Discos de Rock

08. “Melhor Do Que Parece” – O Terno

07. “Caos” – Sioux 66

06. “No Regrets” – Marenna

05. “Z.3.R.O.” – Fabiano Negri

04. “Nothing Happens Overnight” – Rebel Machine

03. “Brutown” – The Baggios

02. “All Them Reasons” – Alexandre da Mata & the Black Dogs

01. “Got Newz” – King Bird

1 2