Ficção científica e metal se unem no disco de estreia da banda catarinense “Hamen”.

Banda Remove Silence(Foto: Banda Hamen por Cadu Andrade)

Cada música, uma história e um personagem. Cada música, um pequeno mundo a ser descoberto. É a partir desta ideia que nasce “Unreflected Mirror”, disco de estreia da Hamen, um dos destaques do metal sinfônico brasileiro. A banda de Joinville é formada por Monica Possel (voz), Cadu Puccini (guitarra), Matheus Maia (baixo) e Gabriel Pedroso (bateria).
No novo trabalho produzido por Matheus Maia, a banda catarinense une ficção científica e melodias orquestradas nas 12 faixas. Considerado um dos maiores guitarristas brasileiros, Marcelo Barbosa (Almah, Angra), participou do disco de estreia da Hamen, “Unreflected Mirror”, na faixa “The Life Has Passed”. O álbum encontra-se disponível nas principais plataformas de streaming e em formato físico, no Brasil, na Europa e Ásia.
“A ideia sempre foi fazer com que o ouvinte pudesse emergir em um conto, fábula ou até mesmo imaginar a história de um livro ou um filme. É como uma série de 12 episódios e, em cada um deles, os personagens são apresentados. Sua evolução é contada pelas letras e as emoções atenuadas pela trilha sonora”, explica Monica Possel.
Inspirado também no conceito do mundo pós-moderno, as músicas falam de pessoas que vivem atrás da máquina, em uma vida acelerada e sem propósito. Voltada para sentimentos egoístas de crescimento e busca pelo poder, a vida perde sentido, levando a autodestruição. Principal letrista da Hamen, Monica fala sobre a inspiração para as canções:
“Me inspirei muito na obra de ficção científica do Arthur C. Clarke. Todas as músicas têm uma variação destes temas. Seja a busca pelo inalcançável, pelo poder ou pelo desconhecido. O ser humano quer estar sempre a frente, e nessa eterna busca, ele perde a chance de se conhecer, de viver mais e melhor”, analisa.
Neste disco, a Hamen investe em uma sonoridade focada no sinfônico, com mais elementos orquestrais. A partir deste trabalho a banda alcança um novo estágio da carreira, mais confiante e madura. É o caso da música “A New Beginning”, que segundo Matheus Maia, é essencial para a história do disco e traduz para o grupo o início de uma proposta promissora: “Representa a evolução do novo”, define.
O disco de estreia, “Unreflected Mirror” conta com a concepção gráfica do designer Carlos Fides, conhecido por seus trabalhos com as bandas Kamelot, Almah, Noturnall e Evergrey.
Gravado no Broadband Studio, em  Brasília, o disco “Unreflected Mirror” conta com produção fonográfica, mixagem e masterização, de Caio Duarte (Dynahead); enquanto a produção musical e os arranjos orquestrais são do Matheus Maia. Já o coro das faixas é de Caio Duarte (barítono e baixo), e Monica Posel (soprano e alto). A ficha técnica também conta com os poemas na faixa “Intimate Future (Invasive Feelings Part I)” e “Lost Feelings (Invasive Feelings Part II)”, foram escritos por João Batista (JB). Já os vocais masculinos na faixa “Lost Feelings (Invasive Feelings Part II), são de Caio Duarte (barítono). Os guturais na faixa “Intimate Future (Invasive Feelings Part I) e “A New Beginning”, são de Caio Duarte.

Álbum: Unreflected Mirror
Lançamento: 12/11/2018

Clique aqui, e ouça o álbum na sua plataforma de streaming favorita.

Conheça mais sobre a banda “Hamen” nas redes sociais:

Facebook: https://www.facebook.com/hamenofficial
YouTube: https://www.youtube.com/channel/UC3N4Ek1rZUDaehrkLxCIpkQ

 

(Fonte: Júlia Ourique, Assessora de Imprensa)
——————————————-
*** Canal do Rock, por Marcelo Vasconcelos. ***

Novo Clip = “Lyria – Let Me Be Me”

Artista: Lyria
Álbum: Immersion (2018)
Música: Let Me Be Me

“Não tente me mudar”, canta Lyria em novo clipe

A mensagem é muito clara: cada pessoa é única e é tolice tentar mudar pelo outro. Em “Let Me Be Me”, a banda carioca Lyria mostra que é preciso ter coragem para ser quem é e viver a sua verdade interior. A canção faz parte do disco “Immersion”, lançado este ano e já disponível nos streamings. Gravado no alto de um prédio, o vídeo foi dirigido pelo Lyria em parceria com a CS Music Videos, produtora já conhecida na cena independente.

É do alto de um prédio no Centro do Rio de Janeiro que “Let Me Be Me” pulsa. Uma das músicas mais pedidas nos shows do Lyria, a letra mostra que é preciso persistir e encarar o desconhecido, mas sem nunca perder a essência de quem se é. Este é o segundo single de “Immersion” (2018) e sucede “Hard to Believe”, que também ganhou clipe que hoje supera as 140 mil visualizações no YouTube.

“A música fala sobre libertação, em como sair do olhar do outro e enxergar-se como si mesmo, com seus defeitos e qualidades, que te tornam um ser único.Algumas pessoas se projetam no outro, apontando defeitos que, na verdade, estão no próprio indivíduo. Deixar de viver sob a expectativa alheia e buscar seus próprios sonhos, seu sentido de viver.”, define Aline Happ, vocalista e compositora da faixa.

Gritando do alto de um prédio para todos ouvirem, o desejo é de ter um lugar na luz e dar fim a personalidade oculta. Gravado com iluminação natural, é possível perceber a diferença em relação aos vídeos anteriores, de “Hard to Believe” e “Jester”, que assumiam a escuridão como um elemento recorrente. Nesta música, o Lyria busca a claridade, como se enfim chegasse ao ponto que ambicionou: ser eles mesmos.

Um dos grandes nomes do metal nacional, o Lyria é formado por Rod Wolf (guitarra), Thiago Zig (baixo) e Thiago Mateu (bateria), além de Aline. Desde 2012 na estrada, eles se tornaram conhecidos no Brasil e em países da Europa e nos Estados Unidos a partir do lançamento de “Catharsis”, disco de estreia em 2014. Atualmente eles seguem em turnê com o disco “Immersion”, que já passou por diversas cidades da Região Sudeste.

O clipe de “Let Me Be Me” foi editado e produzido por Vinicius Hozara, da CS Music Videos, que também atuou na direção e roteiro junto do Lyria. A captação de imagens por meio de drones foi de Glauber Barros e CS Music Videos. A CS Music Videos é uma produtora independente que já trabalhou com o Lyria em outras ocasiões, como no clipe “Jester”, que conta com mais de 230 mil visualizações no YouTube. A empresa também já trabalhou com bandas como Hatefulmurder, Cara de Porco, Ágona, entre outras.

(Fonte: Júlia Ourique, Assessora de Imprensa)
——————————————-
*** Canal do Rock, por Marcelo Vasconcelos. ***

Melyra – “A banda de Heavy Metal carioca lança seu álbum de estreia.”

Melyra por Eliana Tesch
(Foto: Banda Melyra por Eliana Tesch)

Maturidade e peso se refletem nas 10 faixas de “Saving You From Reality”, o disco de estreia da Melyra. O álbum conceitual traz como temática central a fuga da realidade como forma de escapar dos problemas, ou mesmo de não enlouquecer. Atual e pulsante, o disco mostra que o metal nacional continua firme, forte e necessário.

“É um grande passo e uma grande conquista. Estamos felizes por conseguirmos expressar esses sentimentos em música! Esse álbum contém muitas das nossas questões e muitas das nossas respostas, que andam lado a lado. Sentimos que com ele estamos prontas para alçar voos mais longos e crescer como banda”, explica Fe Schenker, guitarrista e backing vocal.

Além de Fe, a Melyra é formada por Nena Accioly (baixo e guturais), Roberta Tesch (guitarra e backing vocal) e Verônica Vox (voz). O grupo carioca ficou conhecido no cenário do metal nacional após abrir o show do Arch Enemy, no Circo Voador (RJ) e participar do disco em tributo aos 25 anos de carreira de Edu Falaschi, ex-vocalista do Angra. No currículo elas também trazem o EP “Catch Me If You Can” (2014) e os singles “Run and Burn” e “Dead Light”.

A fuga da realidade abordada no disco não foi premeditada. Após o processo de composição, durante a fase de seleção das músicas é que a temática surgiu.

“Em estúdio, nós costumamos sentar juntas pra ‘montar’ a música como achamos que ela deve soar, sempre com a colaboração de todas. Depois partimos pros arranjos com todos os instrumentos e linha vocal. Normalmente começamos pelos riffs de guitarra, mas não é uma regra. A ‘Poison of Myself’ começou da letra”, exemplifica Fe.

Gestado durante dois anos, o álbum de estreia reflete as emoções e pensamentos das integrantes da banda.

“Assim como todo mundo, travamos nossas lutas diárias em busca da melhor resposta que poderíamos dar para nós mesmas e para o mundo. Porém, alguns dias precisamos fugir da realidade. São uns dias que a gente precisa se desligar de tudo pra poder sobreviver até a noite seguinte”, define Fe.

O álbum “Saving You From Reality” foi produzido, gravado, mixado e masterizado por Celo Oliveira, do estúdio Kolera. A capa foi criada por Carlos Fides (Evergrey, Noturnal, Almah, Edu Falaschi), enquanto o encarte é de Daniel Accioly e as fotos de Gabriel Peres.

2018 - Melyra - Saving-You-From Reality

Álbum: Saving You From Reality
Lançamento: 31/10/2018

Tracklist

01 – My Delirium
02 – Fantasy
03 – Dead Light
04 – Eye of the Maze
05 – Lucid Dream
06 – Faded
07 – Ashes to Ashes
08 – Zizi
09 – Poison of Myself
10 – Run & Burn

Clique aqui, e ouça o álbum na sua plataforma de streaming favorita.

Clique aqui, e veja o clip da música “Dead Light”.

 

Conheça mais sobre a “Melyra” nas redes sociais.

Twitter: https://twitter.com/melyraband
Facebook: https://www.facebook.com/melyraband
YouTube: https://www.youtube.com/user/melyraband

 

(Fonte: Júlia Ourique, Assessora de Imprensa)
——————————————-
*** Canal do Rock, por Marcelo Vasconcelos. ***

1 2 3 8