A banda “Casa das Máquinas” lança mais um single e revela nome do novo álbum.

Banda Casa das Máquinas por Leandro Almeida (Foto: Banda Casa das Máquinas por Leandro Almeida)

A lendária banda “Casa das Máquinas” disponibilizou nesta sexta-feira, 5, em todas as plataformas de música digital, mais um single de seu novo álbum. Brilho nos Olhos é a segunda música inédita que a banda apresenta após 44 anos sem gravar. A primeira foi “A Rua”, que também já está nos players via Monstro Discos.

Brilho nos Olhos é a faixa que dará nome ao novo álbum da banda, o primeiro só de composições novas desde Casa de Rock, lançado em 1976. A música é uma parceria de Mario Testoni (voz e teclados) com o guitarrista Cadu Moreira e surgiu de um bate-papo do tecladista com Ernst Kurt Clauss, direto da Irlanda.

Fundada em 1973, a Casa das Máquinas é uma das bandas mais importantes do hard rock e do progressivo nacional e até hoje é influência direta para muitas bandas do estilo. A banda encerrou as atividades em 1977 e retornou em 2007, mas somente agora a Casa prepara um disco totalmente inédito. Atualmente o grupo é formado por Testoni (voz e teclados) e Marinho (voz e bateria), membros das primeiras formações, além de Cadu Moreira (voz, guitarra e violão), Geraldo Vieira (voz e baixo) e Ivan Gonçalves (voz).

Veja outras matérias e música da banda Casa das Máquinas no Canal do Rock.

Conheça mais sobre a banda “Casa das Máquinas” nas redes sociais:

Facebook: facebook.com/bandacasadasmaquinas/
Instagram: instagram.com/casadasmaquinasoficial/
YouTube: www.youtube.com/casadasmaquinasoficial

 

(Fonte: Leonardo Razuk, Assessoria de Imprensa)
*** Canal do Rock, por Marcelo Vasconcelos. ***

“Gorgeous” é o primeiro single em inglês da banda paulista “Nitronica”.

Banda Nitronica por Adriano Sann.jpg
(Foto:Banda Nitronica por Adriano Sann)

A Banda de rock autoral paulista, Nitronica, lançou em abril “Gorgeous”, seu novo single. A banda formada em 2008 em Suzano/SP, já lançou um álbum e um EP, e desde 2016 sua formação conta com Kadu Sasso (Voz/Guitarra), Mia Ramos (Baixo), Fernando Tinajero (Guitarra) e Samuel Away (Bateria).

A banda tem como influências o Hard Rock setentista e o rock alternativo de bandas nacionais e internacionais dos anos 80 e 90, e nos últimos anos obteve reconhecimento internacional após o lançamento de duas canções em espanhol, em países como Chile, México, Colômbia e Argentina…

“Gorgeous” é o 1º single em inglês da banda e já está disponível em todas as plataformas de streaming, e ganhou um clipe muito legal em animação. Além do novo single, a banda se encontra em fase de criação e produção de composições inéditas que serão lançadas em forma de singles e no futuro farão parte de um novo álbum.

Veja o clipe do single “Gorgeous”.

Ouça “Gorgeous” em sua plataforma de streaming preferida.

Veja outras matérias, músicas e clipes da banda no Canal do Rock.

 

Conheça mais sobre a banda “Nitronica” nas redes sociais:

Facebook: facebook.com/bandanitronica
Instagram: instagram.com/bandanitronica
Twitter: @bandanitronica

 

(Fonte: Samuel Away, Baterista da banda Nitronica)
*** Canal do Rock, por Marcelo Vasconcelos. ***

A banda Séquito lança “Estética de Queda”, seu álbum de estreia.


(Foto: Banda Séquito por João Alves no Rock N Beer, São Gonçalo, RJ)

A banda Séquito lançou em abril seu primeiro álbum, “Estética de Queda”, gravado em dois finais de semana entre janeiro e fevereiro deste ano por Lisciel Franco no estúdio ForestLAB, em Petrópolis, no Rio de Janeiro. O álbum foi produzido por Silas Mendes, do Estúdio Zeus, em parceria com a banda; e conta com algumas das canções que estiveram mais presentes nos repertórios das apresentações ao vivo ao longo dos mais de 15 anos de existência do trio.

Séquito é uma banda de rock alternativo formada por Carlos Vinicius Ribeiro (guitarra e voz), Bruno Hosp (baixo, teclado e backing vocals) e Vander Nascimento (bateria). Os três integrantes têm origem em São Gonçalo, município da região metropolitana do Rio de Janeiro no qual a banda foi fundada em 2004.

As influências compartilhadas em comum pelos membros são, em sua maioria, provenientes de bandas normalmente associadas aos anos 90, como Smashing Pumpkins, Nirvana e Alice In Chains; além das influências individuais dos músicos, que encontram referência em artistas de estilos e épocas variados.

As letras são todas em Português e tendem a abordar temáticas voltadas para questões comportamentais, como a complexidade nas relações em sociedade, ou condições espirituais/existenciais da humanidade.

O primeiro material lançado pela banda foi o EP “Na Urdidura do Mundo”, de 2012, gravado em São Gonçalo por Tetéo Rivera no Estúdio Rua 13.

Artista: Séquito
Álbum: Estética de Queda
Data de lançamento: 14/04/2020

Nossa Opinião

A banda Séquito e sua pegada garage rock, mostra um som coeso em seu álbum de estreia. “Estética de Queda” tem 10 canções em português, com uma mistura interessante de rock alternativo e de influências da era grunge dos anos 1990. Destaque para as músicas “No Interior da Rocha”, “Sorriso Mudo”, “Séquito” e “Groenlândia”.

Ouça o álbum no Spotify

Conheça mais sobre a banda “Séquito” nas redes sociais:

Facebook: facebook.com/sequitobanda
Instagram: instagram.com/sequito_banda/
YouTube: youtube.com/user/SequitoBanda
Bandcamp: sequito.bandcamp.com/
Twitter: @SequitoBanda

 

(Fonte: Carlos Vinicius Ribeiro, guitarrista e vocalista da banda Séquito)
*** Canal do Rock, por Marcelo Vasconcelos. ***

Fabiano Negri lança o ótimo “The fool’s path”, seu novo álbum de estúdio.

Artista: Fabiano Negri
Álbum: The fool’s path
Lançamento: 17/04/2020
Arte da capa: Emerson Penerari
Produção: Fabiano Negri

Tracklist

01 – Voiceless
02 – The Wicked
03 – The Last Man On Earth
04 – Blind Superman
05 – Lies Behind The Mask
06 -No One Gets Here Alive
07 – Changing Times
08 – The Fool’s Path
09 – Cursed Artist
10 – Dying City

Foi lançado hoje, “The fool’s path”, o novo trabalho de estúdio de Fabiano Negri. O álbum  conceitual (leia os detalhes no release logo abaixo) conta com 10 faixas e é mais um grande trabalho do compositor, produtor, vocalista e multi-instrumentista de Campinas/SP.

Fabiano Negri nos presenteia com toda sua melodia, versatilidade, emoção, energia e influências numa mistura fascinante e ousada de rock progressivo, baladas, hard rock e psicodelia, onde a guitarra, o piano e a voz marcante de Fabiano ditam os rumos de grandes canções, entre elas, as ótimas “Dying City”, “Changing Times”, “Blind Superman” e “The Wicked”.

Nas palavras do próprio Fabiano Negri: “The Fool’s Path é um resumo dos últimos 25 anos da minha vida, do ponto de vista do artista. Ele está composto desde 2015, e eu o compus para ser meu último trabalho, escrevi para ser minha despedida, a despedida de Fabiano Negri enquanto compositor.”

O álbum não estará disponível na integra nas plataformas de streaming, e já pode ser adquirido em formato digital ou em CD físico. Mais detalhes aqui, no perfil do Facebook de Fabiano Negri.

Ouça a prévia do álbum no Spotify

Veja o “Lyric Video” da belíssima “Changing Times”.

 

Release por “Antonio Carlos Monteiro”
(Jornalista, músico e crítico musical)

Os verdadeiros apreciadores sabem: disco é algo que começa a ser curtido muito antes de se apertar a tecla “play”. A capa e até o próprio nome, se bem sacados, já começam a instigar o ouvinte antes que qualquer nota musical seja ouvida.

É o caso de “The Fool’s Path”, mais novo álbum solo do compositor, produtor, vocalista e multi-instrumentista Fabiano Negri. O título (algo como “o caminho do tolo”) e a capa, de autoria de Emerson Penerari e que mostra alguém aparentemente preso no topo de um penhasco, já colocam o público a pensar sobre o que tem ali. “O ‘tolo’ tem dois significados”, explica o autor. “Fala do tolo que insistiu 25 anos numa missão praticamente impossível e o tolo da carta do tarô, que indica uma guinada na vida, abandonando um caminho para recomeçar de forma diferente, mas sem saber se é certo ou errado.”

O tolo, no caso, é o próprio músico. Conceitual, “The Fool’s Path” mostra-se uma prefeita reflexão sobre a carreira do artista independente que, a despeito do talento que possua, tem que brigar contra um leão por dia – e nem sempre vence a luta. Isso fica claro nas letras, todas fortes, às vezes até pesadas, e que inevitavelmente levam à reflexão (apesar de muitas delas poderem ter outras interpretações, como, por exemplo, o momento que vivemos).

Neste que é seu trigésimo trabalho em 25 anos de trajetória, na qual lançou discos solo e com Rei Lagarto, Dusty Old Fingers e Unsuspected Soul Band, Fabiano apostou naquela fórmula infalível: riffs grudentos e refrãos que fazem você cantar junto na primeira ouvida são a tônica do disco.

Gravado no Estúdio Minster e com produção do próprio Fabiano, o álbum traz Cesar Pinheiro na bateria e Ricardo Palma no baixo – Ricardo também responde pela mixagem e masterização. Detalhe importante, “The Fool’s Path” não vão estar na íntegra nas plataformas de streaming, já que apenas uma versão reduzida estará disponível lá. Para conferir o disco na íntegra, pré-venda da versão física já está no ar nas redes sociais de Fabiano.

Valendo-se de muito teclado, piano principalmente, Fabiano criou uma obra variada e consistente. Logo após a intro “Voiceless”, os fãs do finado Rei Lagarto vão matar as saudades da banda, já que a segunda faixa (e primeiro single) “The Wicked” lembra o hard rock do quinteto. Com a guitarra no comando, “The Last Man on Earth” tem riff grudento e também faz referência à antiga banda de Fabiano.

A viagem aos anos 70 se completa em “Lies Behind the Mask”, pesada e com o teclado dando as ordens, enquanto “Blind Superman” é uma balada pesada e de letra forte. Quer mais peso? Ouça “No One Gets Here Alive”, em que Cesar Pinheiro mostra uma perfomance digno de elogios.

O segundo single já lançado é “Changing Times”, que tem linha melódica e estrutura que provam o quanto Fabiano é influenciado por Elton John. Cesar mais uma vez é o destaque na intrincada “The Fool’s Path”, enquanto “Cursed Artist” tem alguns toques de progressivo e letra que vale uma conferida mais atenta. Por fim, “Dying City” é mais um tema pesado, que remete ao Rei Lagarto e tem refrão que fica na sua cabeça queira você ou não.

É absolutamente natural que após ouvir um disco bem composto, bem gravado e bem executado como este a gente fique buscando as referências e influências em que aquele artista bebeu. Dá para fazer isso com facilidade aqui. Mas não é o caso. “The Fool’s Path” é um álbum em que Fabiano Negri mostra a personalidade musical que formou ao longo desses 25 anos de carreira – e, por isso mesmo, é um disco único.

– Aqui, você pode conhecer outros trabalhos, músicas e clipes da carreira de Fabiano Negri e suas bandas.

Conheça mais sobre a carreira de Fabiano Negri” nas redes sociais:

https://www.facebook.com/fabianonegrisolo/
https://www.youtube.com/channel/UC5JPGnykntVnFnR9Cyh8_hg
https://twitter.com/FabianoNegri
https://open.spotify.com/artist/114WsTVsJS4EgI7FmTMCAk

(Fonte: Fabiano Negri)
*** Canal do Rock, por Marcelo Vasconcelos. ***

A banda cearense Rematte lança videoclipe de seu novo single: “Sob o Luar”

Banda Remate por Jean Ribeiro
(Foto: Banda Rematte por Pedro de Farias)

Em seu novo trabalho, quarteto aborda as inquietações de se estar preso a padrões pré-estabelecidos e a importância da busca da própria identidade

A banda cearense Rematte disponibilizou em todas as plataformas de streaming, e também em formato de videoclipe, sua nova música de trabalho: “Sob o Luar”. O lançamento é o primeiro desde seu primeiro EP – auto-intitulado, de 2018 – e marca a nova fase do grupo. Agora com um “t” a mais no nome, os músicos Daniel Gadelha (vocal), Álvaro Abreu (bateria), Jonas Monte (baixo) se juntam a Thiago Barbosa (guitarra) para apresentar um som mais maduro desde sua estreia.

Veja o clipe da música “Sob o Luar”.

Com uma letra metafórica, “Sob o Luar” questiona a necessidade de estarmos encaixados em padrões pré-estabelecidos, além da importância da superação dos medos e a busca da nossa própria identidade, como conta Daniel, vocalista e compositor da Rematte: “No single, apresentamos a noite como um ambiente propício para o surgimento de questionamentos, impaciências, mas também de busca pela liberdade. É na noite que nos permitimos tirar o peso do cotidiano, do dia repetitivo. É quando podemos transpor nossos medos, abismos, o fato de estarmos sendo conduzidos por uma grande engrenagem e ser somente nós mesmos. É preciso romper com essa normalidade acomodada a qualquer preço, para não cairmos nesse mar sem compasso, sem empatia e desconexão com o outro. É quando as ‘velas’ se libertam em alto mar”.

    “A música também traz um verso que pode parecer óbvio, mas que muitas vezes nos esquecemos nessa rotina frenética. Quando falamos que ‘Só o amor desperta, nos liberta disso tudo…’, não falamos só daquele amor entre um casal, mas de tudo que essa palavra engloba: amizade, amor pelos entes queridos, amor próprio, entre outros. É ele que nos dá energia para virarmos essa chave e sair dessas dinâmicas destrutivas que muitas vezes entramos”, completa Álvaro.

O single foi gravado no Comu Studio, em Fortaleza, e produzido pela Rematte, juntamente com produtor Matheus Brasil, que já havia trabalhado com o quarteto no primeiro EP. Já o clipe, tem a assinatura de Vicente Ferreira (Vomor Produções), em parceria com o grupo.

SOBRE A BANDA

Rematte é uma banda de rock de Fortaleza fundada em 2017. Com influências que vão desde bandas alternativas como Deftones, Incubus e Queens of the Stone Age, até a poesia engajada e contestadora de Chico Science, Marcelo Yuka e Chico Buarque, o grupo apresenta um som vigoroso, que intercala climas atmosféricos com distorções agressivas. Em seu discurso, temas como reflexões individuais, engajamento social e a energia das relações em um contexto urbano e tecnológico são abordados de maneira muito particular, graças às composições do vocalista Daniel Gadelha. Com um EP e um novo single na bagagem, a Rematte segue fazendo apresentações em casas de show e festivais de Fortaleza, e no fim de 2019 produziu a mini-turnê “Desfalcando a Engrenagem”, onde se apresentou em diversos bairros da cidade.

 

Veja outras matérias e músicas da banda Rematte.

 

Conheça mais sobre a banda “Rematte” nas redes sociais.

https://twitter.com/remattebanda
https://www.instagram.com/remattebanda/
https://www.facebook.com/remattebanda

____________________________________________

(Fonte: Álvaro Abreu, Músico e Produtor da Rematte)
*** Canal do Rock, por Marcelo Vasconcelos. ***

A banda gaúcha “Sinclaire” lança novo single. Ouça, “Sem Pudor”.


(Foto: Banda Sinclaire por Joel Vargas)

A banda gaúcha “Sinclaire” acaba de lançar seu novo single “Sem Pudor” nas principais plataformas digitais. O single marca a nova fase da banda, com a entrada de Leonardo na guitarra solo. Com influências de bandas como Foo Fighters, Alice in Chains e Queens of The Stone Age, “Sem Pudor” é marcada pelos riffs pesados e pelo refrão contagiante, retratando a importância de viver a vida com alegria e liberdade. A música foi gravada no “Hill Valley Studio”, em Porto Alegre/RS, com produção de Davi Pacote.

A banda, formada em 2017 na cidade de Novo Hamburgo/RS, é formada por Eduardo Kalsing (vocal/guitarra), Alex Lamarque (bateria), Gabriel Stengel (baixo) e Leonardo Tomazi (guitarra solo). Nesses 3 anos de existência, a banda já lançou 2 singles e tocou ao lado de bandas como Vivendo do Ócio e a norte-americana Citizen, em sua passagem por Porto Alegre/RS.

Ouça o novo single “Sem Pudor”:

Veja outras músicas e matérias da banda Sinclaire.

Ouça a banda também no Spotify ou Deezer.

Conheça mais sobre a banda “Sinclaire” nas redes sociais:

Facebook: www.facebook.com/bandasinclaire
Instagram: www.instagram.com/bandasinclaire

 

(Fonte: Eduardo Kalsing, banda Sinclaire)
*** Canal do Rock, por Marcelo Vasconcelos. ***

A banda gaúcha “Marenna” acaba de lançar seu novo trabalho, o EP “Pieces of Tomorrow”.

(Foto: Divulgação)

A banda MARENNA está de volta. Após os lançamentos do EP “My Unconditional Faith” (2015) e do álbum “No Regrets” (2016), que despertaram muitas críticas positivas no meio especializado, dentro e fora do país, a banda gaúcha, liderada pelo vocalista Rod Marenna, lançou na sexta-feira 07/02, seu mais novo registro em estúdio: o EP “Pieces of Tomorrow”.

“Pieces of Tomorrow”, contempla três novas faixas e marca a nova fase da banda, apresentando um som mais arrojado, maduro e aprimorado, sem perder a sua essência, flertando entre o Hard Rock Melódico e o A.O.R oitentista, mesclado à elementos atuais, marca registrada do projeto desde seu lançamento em 2014.

Artista: Marenna
Álbum: Pieces of Tomorrow (EP)
Data de Lançamento: 07/02/2020

Track listing:

01. Getting Higher
02. Pieces Of Tomorrow
03. Break My Heart Again
Ao lado de Rod Marenna, estão os músicos Arthur Schavinski (Bateria), Luks Diesel (Teclados), Alex Reck (Guitarra Solo) e Jonas Godoy que além de gravar as bases de guitarra e baixo, foi o responsável pela produção, arranjos, mixagem e masterização no estúdio Linha Sonora em Caxias do Sul – RS.
A produção vocal, mais uma vez ficou por conta de Arthur Appel, que atua como parceiro do projeto desde 2014. O EP ainda contou com as participações especiais de Acauã Montiel (Teclados na Faixa Getting Higher) e Arthur Appel (Baixo em Break My Heart Again). O lançamento foi feito nas redes oficiais da banda e nas plataformas digitais.

Ouça o EP no Spotify, ou em sua platafarma de streaming preferida.

– Veja aqui, alguns clipes e outras matérias da banda Marenna.

O ótimo álbum “No Regrets (2016)” da banda Marenna figurou em nossas listas de melhores, reveja:

– Os Melhores álbuns do Rock Nacional de 2016.
– Os Melhores álbuns de Rock e Metal nacional dos anos 2000 e anos 2010.

 

Conheça mais sobre a banda “Marenna” nas redes sociais:
www.facebook.com/marennaofficial
www.twitter.com/marennaofficial
www.youtube.com/marennaofficial

 

(Fonte: Assessoria de Imprensa)
*** Canal do Rock, por Marcelo Vasconcelos. ***

1 2 3 12