Livro: “Crazy Diamond, Syd Barrett e o Surgimento do Pink Floyd”


____________________________________________________________________

Autor: Mike Watkinson e Pete Anderson
Editora: Sonora
Título Original: “Crazy Diamond, Syd Barrett & the Dawn of Pink Floyd” (1991)
Ano de Lançamento: 2013
(A edição traduzida lançada pela Editora sonora é a de 2006, revisada após a morte de “Syd Barrett”.)

____________________________________________________________________

Release da Editora

Crazy Diamond é a biografia mais vendida de Syd Barrett, o lendário fundador do Pink Floyd, cujo breve lampejo de uma errática genialidade tornou-se um dos maiores enigmas do rock. Cantor original do Pink Floyd, guitarrista e principal compositor, Barrett deixou o grupo em 1968 em meio a boatos de ter desenvolvido uma loucura induzida pelo uso de ácido. Após dois álbuns lançados em carreira solo, que se tornaram clássicos Cult, desapareceu, o que fez surgir inúmeras especulações sobre seu paradeiro. Para relatar uma tragédia do mundo do rock de proporções épicas, Crazy Diamond baseia-se em anos de pesquisa e inúmeras entrevistas com a família de Syd e seus amigos. Esta edição do livro foi atualizada depois da morte de Barrett em 2006. Inclui numerosas fotos raras, discografia completa e prefácio de Julian Cope.

___________________________________________________________
– Leia matéria no site “Combate Rock”.

Livro: “50 fatos que mudaram a história do rock”

Autor: Paolo Hewitt
Editora: Verus Editora
Tradutor: Leandro Woyakoski
Ano de Lançamento: 2013
Título Original: “Scuse Me While I Kiss the Sky: 50 Moments That Changed Music” (2011)

Sinopse da Editora

O lançamento de Sgt. Pepper´s Lonely Hearts Club Band, o Festival de Woodstock, o Live Aid, o assassinato de John Lennon. Momentos que mudaram a música para sempre. Cobrindo 50 anos, desde quando Elvis Presley levou o rock n´roll às massas no programa de tevê de Frank Sinatra até a morte chocante de Michael Jackson, o influente jornalista – e fã apaixonado de música – Paolo Hewitt seleciona neste livro os 50 momentos decisivos da história do rock. Episódios por trás de canções e discos icônicos, mortes prematuras, shows memoráveis, incidentes ao vivo e os momentos mais ultrajantes do rock são narrados nesta abrangente síntese do maior gênero musical do século XX. O texto dinâmico e fluente de Paolo Hewitt aborda cada acontecimento do ponto de vista privilegiado de quem esteve lá, explicando o pano de fundo e as consequências imediatas de cada momento, bem como seu significado a longo prazo e o legado que deixou.
Ao lado de momentos verdadeiramente emblemáticos, tais como o nascimento dos Beatles e o assassinato de Marvin Gaye pelo próprio pai, você verá outros incidentes menos conhecidos, mas igualmente sensacionais, como a prisão de Keith Richards e Mick Jagger durante uma festa regada a ácido, a participação dos Sex Pistols no programa de entrevistas de Bill Grundy e Pete Doherty arrombando o apartamento do melhor amigo e companheiro de banda, Carl Barât.

Saiba mais no site do Grupo Editorial Record.

Leia a matéria sobre o livre no site do “JC”.

Livro: “A Batalha pela Alma dos Beatles”


__________________________________________________________

Autor: Peter Doggett
Editora: Nossa Cultura
Tradutor: Ivan Justen
Ano de Lançamento: 2012
Título Original: “You Never Give Me Your Money, The Battle For The Soul Of The Beatles” (2009)
___________________________________________________________

Release da Editora

Nesta cativante narrativa, Peter Doggett documenta os dramas humanos da rica e envolvente história do império criativo e financeiro dos Beatles, formado para salvaguardar seus interesses, mas fadado a controlar suas vidas. Da tragédia até o retorno triunfal, dos confrontos judiciais aos sucessos nas paradas, A Batalha pela Alma dos Beatles retrata a história não contada de uma banda e de um legado que nunca serão esquecidos.

Quando Paul McCartney disse ao mundo em 1970 que não planejava mais trabalhar com os Beatles, mídia e público em geral sofreram o que foi visto como uma tragédia cultural. As declarações do músico não apenas marcaram o encerramento da majestosa carreira da banda, mas sinalizaram o final de uma era de otimismo sem precedentes na história da cultura popular humana.

Porém, a posteridade não dispensaria o grupo tão facilmente, e uma das fases mais fascinantes da história dos Beatles estava prestes a começar. Por quase quarenta anos, os quatro integrantes, suas famílias e parceiros de negócios foram forçados a viver em meio às reverberações daquele sucesso incrível.

Agora, pela primeira vez, é contada a dramática história das rivalidades pessoais e profissionais que dominaram as vidas dos Beatles desde 1969. As shakespearianas batalhas das famílias de Lennon e McCartney, os conflitos existenciais de George Harrison, dividido entre espiritualidade e fama, e os esforços de Richard Starkey (Ringo Starr) contra o alcoolismo que ameaçava sua vida. As relações mutáveis entre os quatro, ao lutarem para afirmar suas identidades fora dos Beatles, e a transformação de sua empresa multimidiática, a Apple Corps, de bastião da contracultura a leviatã corporativo.

Nesta cativante narrativa, Peter Doggett documenta os dramas humanos da rica e envolvente história do império criativo e financeiro dos Beatles, formado para salvaguardar seus interesses, mas fadado a controlar suas vidas. Da tragédia até o retorno triunfal, dos confrontos judiciais aos sucessos nas paradas, A Batalha pela Alma dos Beatles retrata a história não contada de uma banda e de um legado que nunca serão esquecidos.

__________________________________________________________
– Leia e saiba mais no site da Editora Nossa Cultura.

– Leia a matéria no site do Jornal “Folha de São Paulo.

Livro: “Mick Jagger”

Uma biografia reveladora sobre o líder da maior banda de rock de todos os tempos. Philip Norman retrata a juventude e a formação de Mick Jagger, suas parcerias musicais e a relação com mulheres bonitas e famosas, restituindo a dimensão humana, mas sempre fascinante, de um mito da música pop.

__________________________________________________________

Autor: Philip Norman
Editora: Companhia das Letras
Tradução: Álvaro Hattnher e Claudio Carina
Título Original: Mick Jagger
Ano de Lançamento: 2012
__________________________________________________________

Sinopse da Editora

Mick Jagger é o astro da música que melhor encarnou o ideal de sexo, drogas e rock’n’roll. Nesta que é a mais completa biografia do líder dos Rolling Stones, Philip Norman refaz os passos da consagração de Mick Jagger e mostra como ele se tornou um showman sedutor, o protótipo do pop star genial, escandaloso e milionário.
A partir de uma pesquisa detalhada e numerosas entrevistas, Norman reconstitui a infância de Mick (nascido Mike), o início da carreira do grupo (quando os Stones rivalizavam com os Beatles) e acompanha cronologicamente a evolução da banda, revelando bastidores da criação de clássicos como “Satisfaction”, “Jumpin’ Jack Flash”, “Brown sugar” e “Start me up”.
O livro repassa os episódios turbulentos da carreira do astro e seu grupo, como a morte de Brian Jones, a relação de amor e ódio com Keith Richards, a prisão e o processo por porte de drogas em 1967 e o trágico concerto de Altamont (Califórnia), em 1969, quando um membro da plateia foi esfaqueado até a morte pelos Hell’s Angels, enquanto Mick Jagger cantava “Sympathy for the Devil”.
Ganham destaque os relacionamentos conjugais e extraconjugais com mulheres atraentes e famosas como Marianne Faithful, Bianca Jagger, Jerry Hall, Carla Bruni e Angelina Jolie.
O autor também relata o envolvimento de Mick Jagger com Luciana Gimenez em 1998, no Rio de Janeiro, quando ainda era casado com Jerry. Mick planejava vir ao Brasil com Angelina Jolie, mas a atriz cancelou a viagem. No Rio, durante a turnê Brigdes to Babylon, o cantor acabou se envolvendo com a modelo brasileira, com quem teve um filho, Lucas, nascido em 1999 e reconhecido depois de um processo legal movido por ela.
Hoje, sir Mick Jagger, condecorado pela rainha da Inglaterra, é um respeitado avô de quase setenta anos, mas sua imagem e sua voz ainda inspiram fãs e admiradores. A biografia restitui ao astro sua dimensão humana, retratando um personagem complexo, vulnerável e afetivo.
O estilo envolvente de Philip Norman narra como, em sua longa trajetória de mais de cinquenta anos como astro e ícone sexual, Mick Jagger foi assimilado pelo establishment, mas manteve a mística transgressiva e fascinante do rock.

_________________________________________________________

– Leia e saiba mais no site da Companhia das Letras.

– Leia a matéria do livro feita pela Revista Época.

Livro: “The Beatles vs. The Rolling Stones, A Grande Rivalidade do Rock’ n’ Roll”

__________________________________________________________

Autor: Jim DeRogatis e Greg Kot
Editora: Globo
Tradutor: Cristina Yamagami
Ano de Lançamento: 2011
Título Original: “The Beatles vs. The Rolling Stones: Sound Opinions on the Great Rock ‘n’ Roll Rivalry” (2010)
___________________________________________________________

Release da Editora

Beatles ou Stones?

Os dois ícones da cultura pop do século XX são dissecados e comparados em livro sobre a eterna polêmica do rock: qual foi a maior banda de todos os tempos?

Há meio século, todo e qualquer jovem que começa a desbravar o mundo do rock´n´roll, cedo ou tarde, chega a um impasse: Beatles ou Rolling Stones? É relativamente admissível que um garoto do século XXI opte por Beatles e Stones, mas a mais longeva dualidade da cultura pop continua sólida – como se gostar de uma banda excluísse automaticamente a possibilidade de admirar a outra.

Com esse ponto de partida, The Beatles vs. The Rolling Stones: A Grande Rivalidade do Rock´n´roll apresenta opiniões ruidosas sobre a grande rivalidade do rock´n´roll põe as bandas lado a lado num detalhado exame comparativo de cada um dos aspectos que as transformaram em lendas. Numa divertida série de “batalhas”, a obra põe em confronto os respectivos vocalistas, guitarristas, bateristas, baixistas, composições, discografias, caminhos criativos e até imagens públicas de Beatles e Stones.

O livro é todo desenvolvido na forma de diálogos entre os autores, os norte-americanos Jim DeRogatis e Greg Kot, ambos críticos musicais baseados em Chicago e autores de diversos títulos sobre rock e pop. DeRogatis, que por anos foi colunista do Chicago Sun-Times, e Kot, que escreve para o Chicago Tribune, comandam o programa de rádio Sound Opinions, conhecido pelo fato de seus apresentadores sempre discordarem entre si – ou só concordarem acerca de algum tema por motivos invariavelmente diferentes.

Feito para entusiasmar (ou, às vezes, enfurecer) fãs de parte a parte, a obra é séria candidata a item de colecionador, com sua riquíssima coleção de fotos e reproduções de capas de álbuns e cartazes de shows. Tudo isso acompanhado de muita informação extra: temperando o debate principal, há vários destaques relacionando a bibliografia acerca das bandas, os filmes estrelados por elas, os “melhores momentos” de cada músico individualmente, os escândalos e tragédias que marcaram suas trajetórias, e assim por diante.

___________________________________________________________
– Leia e saiba mais no site da Editora Globo.
– Leia a matéria sobre o livro no site “Collectors Room”.

1 8 9 10 11