Nova Música = “menores atos – Labirinto”

Artista: menores atos
Álbum: Lapso (2018)
Música: Labirinto

Nova Música = “Ego Kill Talent – Diamonds and Landmines”

Artista: Ego Kill Talent
Álbum: Diamonds and Landmines (Single 2018)
Música: Diamonds and Landmines

Novo Clip = “Molho Negro – Souza Cruz”

Artista: Molho Negro
Álbum: Não É Nada Disso Que Você Pensou (2017)
Música: Souza Cruz

Cover = “Far From Alaska – Iron Lion Zion”

Artista: Far From Alaska
Música: Iron Lion Zion (2018)
Versão Original: Bob Marley (1973-Lançada em 1992)

“Som Nosso de Cada Dia” faz show em Niterói para o relançamento do LP “Snegs”.

(Foto: Divulgação/Acervo da Banda)

Uma das maiores bandas de Rock Progressivo nacional dos anos 70 vai efervescer o palco do Teatro Municipal João Caetano, em Niterói, pela primeira vez no Rio de Janeiro, no sábado, dia 5 de maio, às 20 horas. O Som Nosso de Cada Dia, uma das mais emblemáticas bandas brasileiras da década de 70, está de volta sob a batuta de seu fundador Pedro Baldanza. O show é resultado da jovem parceria entre a produtora Vértice Cultural, a Rádio Beprog, a Masque Records e a Moshi Moshi Produtora, abrindo uma importante ponte aérea Rio-SP de rock progressivo.

Com 46 anos de existência, passando por diversas formações e caminhos musicais e poéticos distintos, a banda sobreviveu à prova do tempo, sendo descoberta e redescoberta, geração após geração. Formada em 1972 por Pedro Baldanza, o Pedrão (baixo, viola e vocal), Pedrinho Batera (bateria e vocal) e Manito (teclados, sax, flauta e violino), lançou em 74 o LP “SNEGS”, considerado por muitos como o melhor disco de Rock Progressivo brasileiro.

Em 1977, foi a vez do eclético álbum “SOM NOSSO”, que trouxe um lado A (Sábado) Funk, Soul e um Lado B (Domingo) Rock Progressivo e mesmo com a boa repercussão do disco o grupo acabou se dissolvendo em 1978.]

O retorno em 1994 parecia ser definitivo com a gravação do disco Live’94, mas com a morte inesperada e prematura de Pedrinho Batera em 95 resolvem parar mais uma vez. Em 2004, se reúnem novamente para uma série de apresentações que vão até 2010, quando se agrava a doença que levou Manito a falecer em 2011.

A banda hoje é formada por Pedro Baldanza, baixo e vocal, Pedro Calasso (Projeto Preto Véio), percussão e vocal, Marcello Schevano (Casa das Maquinas/Golpe de Estado/Carro Bomba), Guitarra e vocal, Fernando Cardoso (Violeta de Outono), teclados e Edson Ghilardi (Terreno Baldio) na bateria.

Além de suas apresentações regradas a um instrumental primoroso, envolvente e canções épicas e atemporais, o SOM NOSSO prepara um disco novo só com músicas inéditas para o segundo semestre de 2018.

Serviço:

Local: “Teatro Municipal João Caetano”, Rua XV de Novembro, 35 – Centro – Niterói/RJ
Data e Horário: 05/05/2018, sábado às 20h
Informações: 2620-1624
Classificação etária: Livre

Ingressos:

Setor Verde: R$ 120,00
Setor Amarelo: R$ 100,00
Setor Vermelho: R$ 70,00
Comprar online: https://www.ingressorapido.com.br/event/6476/d/27135
Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/230948830788127/

 

(Fonte: Fábio Cezanne, Assessoria de Imprensa)
*** Canal do Rock, por Marcelo Vasconcelos. ***

The Galo Power : A banda goiana lança seu novo álbum, “Bote”!


(Foto: Divulgação)

A banda goiana “The Galo Power” ataca mais uma vez. E com um golpe certeiro! Essa semana o power trio disponibilizou seu novo disco nas principais plataformas digitais. “Bote” é o quarto álbum do grupo, e marca o retorno à formação original, com os primos Bruno e Evandro Galo (guitarra e bateria, respectivamente) e Rodolpho Gomes no baixo e viola.

Na estrada desde 2007, o “The Galo Power” faz um blues rock duro e psicodélico, inspirado nos 1960 e 1970, em nomes como Grand Funk Railroad, Cream, Deep Purple, Black Sabbath, The Who, Creedence, Ten Years After.

Com seis músicas, “Bote” se diferencia dos trabalhos anteriores, com a maioria das músicas em português e algumas trilhas instrumentais regadas ao experimentalismo. O álbum foi quase todo gravado em Brasília, na Sala Fumarte, pelos irmãos Bruno e Breno Prieto, a exceção é “Casa do Medo”, gravada em Goiânia no AMP Stúdio, por Douglas Ramirez. A música é uma versão que a banda fez para House of Fear, da banda Ngozi Family, da Zâmbia. Uma homenagem a Paul Ngozi (1949-1989), idealizador da banda e do chamado movimento ‘Zamrock’, criado nos anos 70, na Zâmbia, que mesclava rock clássico, hard rock, blues, soul e psicodelismos.

Prepare-se para o Bote! E sinta a força do Galo!


Álbum: Bote
Lançamento: 23/04/2018
Gravadora: Monstro Discos

Tracklist

01- Começo do Fim / Desande
02- Stay
03- Casa do Medo
04- Descarrilhado
05- Clarezas Atravessadas
06- Gaiola

Ouça o Álbum, no Spotify!!!

 

(Fonte: Monstro Discos, Assessoria de Imprensa)
*** Canal do Rock, por Marcelo Vasconcelos. ***

Nova Música = “menores atos – Devagar”

Artista: menores atos
Álbum: Lapso (2018)
Música: Devagar

Novo Clip = “Riviera Gaz – If I Had One”

Artista: Riviera Gaz
Álbum: Connection (2018)
Música: If I Had One

1 2 3 4 5 31