Livro: “Os Youngs – Os irmãos que criaram o AC/DC”

Autor: Jesse Fink
Editora: Editora Gutenberg
Título Original: “The Youngs: The Brothers Who Built AC/DC” (2013)
Ano de Lançamento: 2015
Tradução: Marcelo Hauck

viagra cialis ohne rezept follow link enter site source site great non-fiction essays source link cialis 100 mg 30 tablet can i take tylenol with bactrim han tomado viagra byu admissions essay prompts follow site miracle worker essay questions go to site follow site essay for christmas in english cytotec precio here stalinism essays in historical interpretation tucker follow source site cheap essay ghostwriter sites au amoxil buy uk drug interaction aricept and coumadin source site https://themilitaryguide.org/14days/best-masters-essay-ghostwriter-website-for-masters/55/ https://shilohchristian.org/buy/cheap-critical-essay-ghostwriting-site-for-phd/54/ here essay on inventory control systems https://www.lapressclub.org/hypothesis/acetoacetic-ester-essay-mcat/29/ viagra en ligne pfizer http://archive.ceu.edu/store.php?treat=kamagra-orange-jelly-100mg-ra https://vabf.org/reading/case-study-research-titles/250/ Sinopse da Editora

Da Escócia para a Austrália. Das ruas e dos pequenos clubes para os estádios e os grandes festivais de rock ao redor do mundo. Com mais de 200 milhões de álbuns vendidos, o AC/DC não é apenas uma das maiores bandas de rock ainda na ativa. É uma família e um grande império, construído pelos irmãos George, Malcolm e Angus Young. E é essa a história contada neste livro, que já foi publicado em quase vinte países, considerado uma das biografias recentes de músicos mais originais já escritas, e selecionado como o melhor livro do gênero pelo AllMusicBooks.com.

Ele conta a extraordinária trajetória por trás desse gigante comercial e musical, revelando alguns dos segredos de seus componentes, sua criatividade e personalidade, e a escalada empreendedora da banda até o topo. Com informações extremamente recentes, reúne relatos de ex-membros do AC/DC e de músicos de bandas como Guns N’ Roses, Rose Tattoo e Dropkick Murphys, e mostra porque o AC/DC consegue manter o mesmo som e a mesma identidade por tantas décadas, entrelaçando a história da banda com a da cena musical que cresceu junto com ela, em um texto apaixonado e descontraído, feito de fã para fã.

Sinopse do Livro na Editora Gutenberg. http://goo.gl/YVIUBF
Veja a matéria de Bernardo Araújo, no jornal O Globo. http://goo.gl/brxocF

(Visited 137 times, 1 visits today)