Livro: “Sammy Hagar: RED, minha vida no rock sem censuras”

Autor: Sammy Hagar
Editora: Belas Letras
Ano de Lançamento: 2021
Tradução: Eduardo Alves
Título Original: “Red: My Uncensored Life in Rock” (2011)

Site: http://www.redrocker.com/red

 

viagra in women's https://climate.washington.edu/university/a-vision-of-my-future-essay/22/ see borneo green vein dosierung viagra cialis 5 mg beipackzettel buy ed papers writing diythemes thesis coupon cialis 20 mg overdose watch buy atarax no rx fed ex source 15sg essay how to write an article about a website studio medico polispecialistico san simpliciano srl milano https://www.aestheticscienceinstitute.edu/medical/ou-acheter-du-viagra-sur-paris-sans-ordonnance/100/ cohort study and case control study al cuanto tiempo hace efecto el viagra as help homework essay on my favourite colour green the boy in the striped pyjamas essay topics cacheFsERnWyHP3cJbuyviagraonlineman follow site enter forgotten silver essay harvard law school essay sample narrative analysis essay example plan dissertation argumentation directe indirecte https://njsora.us/annotated/best-analysis-essay-editing-website-online/29/ arthur danto the artworld essay scholarships Sinopse da Editora

DA CARREIRA SOLO AO ESTRIDENTE E NOTÓRIO SUCESSO À FRENTE DO VAN HALEN, HAGAR DEU O TOM PARA ALGUMAS DAS GRANDES CANÇÕES DO ROCK JÁ ESCRITAS.

Em Red, Sammy Hagar conta sua marcante história no mundo do rock, desde a entrada na indústria com a banda Montrose, passando pelos tempos brilhantes no Van Halen, com detalhes dos bastidores e das turnês ininterruptas que tornaram sua voz instantaneamente reconhecível, até a criação da banda Chickenfoot.

Com sangue artístico e empreendedor, Sammy traça sua ascensão áspera e determinada à fama e ao sucesso, trabalhando mais do que qualquer outra pessoa por aí e escrevendo canções sobre as coisas que amava: carros velozes, festas barulhentas e muitos bons momentos.

– Leia e saiba mais no site da Editora Belas Letras.

– Clique aqui, e leia um trecho do livro.

 

Os clipes de Rock mais assistidos no YouTube – Playlists

O Canal do Rock fez uma pesquisa na internet e montou 2 playlists com os clipes de rock com mais visualizações no YouTube… Os vídeos mais assistidos do Rock estão alocados da seguinte forma: Playlist 01 (Clipes com mais de 1 bilhão de visualizações) e Playlist 02 (Clipes com número de visualizações entre 500 milhões e 1 bilhão).
São 62 vídeos nas duas playlists e as bandas com mais vídeos entre eles são: Coldplay (7), Guns N’ Roses (5), Linkin Park (4), Queen (4), Bon Jovi (3), System Of A Down (2), AC/DC (2), Evanescence (2) e Red Hot Chili Peppers (2). Lista completa no fim da matéria.

Playlist 01 – Clipes com mais de 1 bilhão de visualizações.

.





.
Playlist 02 – Clipes com número de visualizações entre 500 milhões e 1 bilhão.

Lembrando que a pesquisa só levou em conta vídeos em canais oficiais de bandas, músicos, gravadoras e selos musicais. Os estilos vão do #SoftRock ao #MetalExtremo, e sim, bandas alternativas como A-ha, Coldplay entre outras também estão presentes, como deve ser. O Canal continua pesquisando e incluindo novos vídeos nas playlists, mas você já sabe: Se perceber a falta de algum vídeo, nos avise através de nossas redes sociais.

.





.
As bandas com maior número de vídeos entre os hoje 62 vídeos com mais de 500 milhões de visualizações são:
Coldplay: 7
Guns N’ Roses: 5
Linkin Park: 4
Queen: 4
Bon Jovi: 3
System Of A Down: 2
AC/DC: 2
Evanescence: 2
Red Hot Chili Peppers: 2
a-ha: 1
Nirvana: 1
Arctic Monkeys: 1
The Cranberries: 1
4 Non Blondes: 1
Metallica: 1
Europe: 1
Scorpions: 1
The Police: 1
R.E.M.: 1
No Doubt: 1
Audioslave: 1
Hoobastank: 1
Foster The People: 1
Disturbed: 1
Survivor: 1
Toto: 1
The Verve: 1
3 Doors Down: 1
Panic! At The Disco: 1
Eurythmics: 1
Aerosmith: 1
Roxette: 1
Culture Club: 1
Avril Lavigne: 1
Extreme: 1
Green Day: 1
Bryan Adams: 1
Radiohead: 1
Pink Floyd: 1
Nickelback: 1
.
E tem bônus pra galera: Playlist 03 – Clipes com número de visualizações entre 250 milhões e 500 milhões.

.




Livro: “Listen to my heart”, A autobiografia da vocalista do Roxette.

Autor: Helena von Zweigbergk e Marie Fredriksson
Editora: Belas Letras
Ano de Lançamento: 2021
Tradução: Lucas Reis Gonçalves
Título Original: “Listen to my heart” (2015)

Sinopse da Editora

A jornalista sueca Helena von Zweigbergk e Marie Fredriksson fazem juntas uma verdadeira viagem emocional pela vida de Marie, desde a infância humilde no interior da Suécia, passando pela carreira solo bem-sucedida, o sucesso mundial com o Roxette e o momento da descoberta do tumor cerebral que mudou sua perspectiva sobre o mundo? Uma biografia honesta, na qual Marie abre o coração e conta histórias inéditas e detalhes sobre sua família, seus amores, suas tragédias, sua vida como estrela da música e sua luta contra todas as adversidades.

– Leia e saiba mais no site da Editora Belas Letras.
.





.

Livro: “Lita Ford – Vivendo como uma Runaway”

Autor: Lita Ford
Editora: Belas Letras
Ano de Lançamento: 2021
Tradução: Aline Naomi Sassaki
Título Original: “Lita Ford – Living Like a Runaway: A Memoir” (2014)

 

Release da Editora Belas Letras

Empunhando sua inconfundível guitarra preta, Lita Ford destruiu os estereótipos de mulheres na música ao longo dos anos 1970 e 1980. Começou na primeira banda de rock feminina do mundo, The Runaways, depois partiu para uma carreira solo, conquistou um álbum de platina e dividiu o sucesso com Ramones, Van Halen, Mötley Crüe, Bon Jovi, Def Leppard, Poison e outros – e deu a Ozzy Osbourne seu primeiro sucesso no Top 10. Depois disso, a mãe do metal viveu mais de uma década de silêncio e escuridão, um casamento tumultuado que a deixou com a sensação de estar aprisionada e também isolada da cena do rock – e, de forma mais trágica – alienada de seus dois filhos. Mas ela não estava preparada para ir embora dos palcos definitivamente.

Vivendo como uma Runaway é um mergulho transparente, eletrizante e, por vezes, devastador nas fantasias e na – frequentemente muito dura – realidade do rock’n’roll e da vida. Lita Ford revela a trajetória de uma pioneira que transformou rivais desconfiados ou assustados em colegas. E hoje é celebrada como “a primeira heroína da guitarra do rock pesado” (Washington Post).

– Leia e saiba mais no site da Editora Belas Letras.

– Clique aqui, e leia um trecho do livro.

.





.

Livro: “Jim Morrison: Ninguém sai vivo daqui”

Autores: Danny Sugerman e Jerry Hopkins
Editora: Belas Letras
Ano de Lançamento: 2021
Tradução: Renato Rezende
Título Original: “No One Here Gets Out Alive” (1980)

 

Sinopse da Editora

O fundador do The Doors protagonizou uma das histórias mais emblemáticas do rock, uma tragédia moderna que o elevou à condição de lenda. Carismático, brilhante, genial e genioso, Jim rejeitou todas as formas de autoridade e, como um explorador obcecado, testou “os limites da realidade para ver o que aconteceria”. Escrito por um dos confidentes e assessores dos Doors, que conseguiu um emprego no escritório da banda aos 13 anos, para responder carta de fãs, e compartilhou da intimidade de Jim Morrison como poucos – a ponto de o próprio Jim tê-lo incentivado a escrever sobre música – Ninguém sai vivo daqui tornou-se o livro mais cultuado de todos os tempos sobre o The Doors, com mais de 2 milhões de exemplares vendidos. “A biografia mais importante do The Doors, que serviu de inspiração para o aclamado filme de Oliver Stone de 1991” (Rolling Stone).

– Leia e saiba mais no site da Editora Belas Letras.

– Clique aqui, e leia um trecho do livro.

 

O livro já foi lançado no Brasil em 2013 pela “Editora Novo Século”, e tinha como título: “Ninguém Sai Vivo Daqui – Biografia Jim Morrison”.

Sinopse do lançamento de 2013 pela Editora Novo Século.

Conheça a vida, a arte e os segredos de Jim Morrison, protagonista de uma das mais impressionantes tragédias modernas. A biografia Ninguém sai vivo daqui é o resultado de sete anos de escrita, e mostra em toda sua complexidade o cantor, filósofo, poeta, delinquente e fundador do The Doors. Escrito por Jerry Hopkins, autor de Elvis: the biography, e Danny Sugerman, confidente e assessor dos Doors, o livro tornou-se best-seller do The New York Times, com mais de 2 milhões de exemplares vendidos e serviu como principal fonte do filme de Oliver Stone, The Doors .

– Clique aqui, e leia um trecho do livro, dessa edição de 2013.

Os Melhores álbuns do Rock Internacional de 2020

O ano de 2020, apesar de todas as dificuldades imposta pela pandemia, foi recheado de lançamentos! Milhares de bandas nos presentearam com o melhor do rock. (Você pode checar centenas desses lançamentos, na “Lista de álbuns – Lançamentos 2020”.)

Além dos 18 álbuns escolhidos, listo abaixo… Outros 10 nas “Dicas do Metal Internacional”, 10 em “Fique de olho: As Ótimas Estreias do Ano” e mais 12 em “Outros bons álbuns para ouvir”… No total são 50 álbuns de diversos estilos para curtir e conhecer melhor o universo atual do Rock. Não deixe de checar as “Playlists” no fim da matéria!

.

Já está disponível a lista – Lançamentos do Rock 2021

.

Na lista, só entraram álbuns de estúdio lançados em mídia física (CD, LP e K7) e ou em streaming, e o Heavy Metal e seus subgêneros ficaram de fora. Os “sub-gêneros do #Rock” mencionados ao lado dos álbuns são só uma referência para o leitor se situar, as bandas possuem influências diversas e defini-las, nem sempre é fácil. Nas mini resenhas os músicos citados são os da formação que gravou o álbum… Como toda lista nunca é unânime, ela tem o intuito de ser somente um guia para consulta e indicação de bons álbuns do gênero que tanto amamos…

.

Veja também:  Os Melhores álbuns do Rock Internacional de 2019

Veja também:  Os Melhores álbuns do Rock Nacional de 2020

Veja também:  Os Melhores álbuns de Rock e Metal dos anos 2000 e anos 2010

.
Então … Boraaa checar os escolhidos e ver as dicas de 2020! Show! É #Rock…

.

“Dicas do Metal Internacional”

.
Code Orange – “Underneath” – (#Metalcore – EUA)
…..Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
Deftones – “Ohms” – (#AlternativeMetal – EUA)
…..Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
Katatonia – “City Burials” – (#ProgMetal – Suécia)
…..Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
Lamb of God – “Lamb of God” – (#GrooveMetal – EUA)
…..Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
Nightwish – “Human. :II: Nature” – (#SymphonicMetal – Finlândia)
…..Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
Paradise Lost – “Obsidian” – (#GothicMetal – Inglaterra)
…..Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
Sons of Apollo – “MMXX” – (#ProgMetal – EUA)
…..Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
Testament – “Titans Of Creation” – (#ThrashMetal – EUA)
…..Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
Trivium – “What The Dead Men Say” – (#Metal – EUA)
…..Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
Vanden Plas – “The Ghost Xperiment – Illumination” – (#ProgMetal – Alemanha)
…..Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
.

“Fique de olho: As Estreias do Ano”

(Bandas que lançaram seu 1º “full album” ou “EP” em 2020.)

24/01 – Shadow Breaker – “Shadow Breaker” – (#HardRock – França)
…..Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
31/01 – Anchor Lane – “Casino” – (#HardRock – Escócia)
…..Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
07/02 – Blind Revolution – “Money, Love, Light” – (#MelodicRock – Itália)
…..Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
14/02 – BRKN LOVE – “BRKN LOVE” – (#AlternativeRock – Canadá)
…..Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
28/02 – Shaft Of Steel – “Steel Heartbeat” – (#MelodicRock – Inglaterra)
…..Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
13/03 – Badd Kharma – “On Fire” – (#MelodicHardRock – Grécia)
…..Ouça o álbum: Spotify
18/09 – IT’sALIE – “Lilith” – (#HardRock – Itália)
…..Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
09/10 – Stardust – “Highway To Heartbreak” – (#HardRock/#AOR – Hungria)
…..Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
16/10 – Mess of Wires – “No Control (EP)” – (Alternative Rock/Hard Rock – EUA)
…..Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
06/11 – Crown Lands – “Crown Lands” – (#HardRock – Canadá)
…..Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

.

“Outros bons álbuns para ouvir”

.
Hällas – “Conundrum” – (#AlternativeRock – EUA – 06/02/2020)
…..Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
Jeff Rosenstock – “NO DREAM” – (#PunkRock – EUA – 20/05/2020)
…..Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
Biffy Clyro – “A Celebration of Endings” – (#AlternativeRock – Escócia – 14/08/2020)
…..Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
Harem Scarem – “Change the World” – (#HardRock/#AOR – Canadá – 06/03/2020)
…..Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
Lucifer – “Lucifer III” – (#HardRock/#OccultRock – Alemanha – 20/03/2020)
…..Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
East Temple Avenue – “Both Sides Of Midnight” – (#HardRock/#AOR – EUA/Austrália – 27/11/2020)
…..Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
Madre Sun – “The Speed Of Light (EP)” – (#Hard/#AlternativeRock – Inglaterra – 24/07/2020)
…..Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
Pearl Jam – “Gigaton” – (#AlternativeRock – EUA)
…..Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
The Flaming Lips – “American Head” – (#HardRock – Canadá)
…..Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
Bruce Springsteen – “Letter to You” – (#Rock – EUA)
…..Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
Clan Of Xymox – “Spider On The Wall” – (#AlternativeRock/#DarkWave – Países Baixos)
…..Ouça o álbum: bandcamp
The Outlaws – “Dixie Highway” – (#SouthernRock – EUA)
…..Ouça o álbum: Spotify ou Deezer




“Os Escolhidos do Ano”

.

18

Bob Mould – “Blue Hearts”

#PunkRock – EUA – 25/09/2020

Depois…
Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
.

17

Perfect Plan – “Time For A Miracle”

#HardRock/#AOR – Suécia – 04/09/2020

Depois…
Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
.

16

The Allman Betts Band – “Bless Your Heart”

#SouthernRock – EUA – 28/08/2020

Depois…
Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
.

15

The Struts – “Strange Days”

#HardRock – Inglaterra – 16/10/2020

Depois…
Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
.

14

Brother Firetribe – “Feel The Burn”

#HardRock/#AOR – Finlândia – 18/09/2020

Depois…
Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
.

13

H.E.A.T – “H.E.A.T II”

#HardRock/#AOR – Suécia – 21/02/2020

Depois…
Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
.

12

The Psychedelic Furs – “Made Of Rain”

#AlternativeRock – Inglaterra – 31/07/2020

Depois…
Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
.

11

Buffalo Summer – “Desolation Blue”

#SouthernRock – País de Gales – 27/03/2020

Com seu hard rock blueseiro e alternativo, a banda do País de Gales chega melhor, maior e mais madura em seu terceiro álbum de estúdio… Gravado no lendário Rockfield Studios e produzido por Barrett Martin (Walking Papers, Screaming Trees), “Desolation Blue” é um álbum coeso e mostra toda a qualidade do quarteto formado por Andrew Hunt (Vocal), Jonny Williams (Guitarra), Darren King (Baixo) e Gareth Hunt (bateria). O ponto alto do álbum são as músicas “Hit The Ground Running” e “If Walls Could Speak”.
Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
.

10

Arctic Rain – “The One”

#HardRock/#AOR – Suécia – 07/08/2020

Arctic Rain é a nova sensação do rock melódico sueco e mais uma aposta da Frontiers Records… “The One” é o álbum de estreia da banda e é muito bem produzido e tem tudo que os fãs do AOR e Rock Melódico procuram. As composições do tecladista Pete Alpenborg são de muita qualidade, e musicalmente a banda é talentosa… O trabalho tem a pegada oitentista do AOR evidente, mas a banda tem muita personalidade, e  a musicalidade e energia prende o ouvinte do início ao fim. Belo álbum de estreia!!

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
.

09

Starbenders – “Love Potions”

#GlamRock/#AlternativeRock – EUA – 14/02/2020

“Love Potions” é o 2º álbum do quarteto americano formado pela vocalista/guitarrista “Kimi Shelter”, pelo guitarrista “Kriss Tokaji”, o baixista “Aaron Lecesne” e a baterista “Emily Moon”… O álbum é excelente do começo ao fim, surfa na onda do glam rock e new wave oitentista, com pitadas de rock alternativo e experimentalismo. As canções são divertidas e vibrantes, cheia de ganchos e refrãos que ficam na memória e tem cover do Depeche Mode. A banda tem um instrumental muito bom e tudo fica perfeito mesmo é na voz incrível é versátil da ótima vocalista “Kimi Shelter”. Corre e escuta esse álbum, é diversão na certa!

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
.

08

Lionville – “Magic is Alive”

#HardRock/#AOR – Itália – 07/08/2020

“Magic is Alive” é o 4º e melhor álbum da banda italiana comandada pelo talentoso compositor, cantor e guitarrista “Stefano Lionetti”. Para os amantes do AOR é um prato cheio, é uma viagem aos anos 80 com uma vibe a lá TOTO, Richard Marx, Survivor… Bem arranjado e produzido, o álbum flui fácil e combina composições fortes, musicalidade e os vocais principais magníficos do sueco “Lars Säfsund” (Work Of Art, Enbound). Imperdível para todos os fãs de AOR e rock melódico!
Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
.

07

Kansas – “The Absence Of Presence”

#ProgRock – EUA – 17/07/2020

The Absence Of Presence é um ótimo álbum e sucede o também ótimo “The Prelude Implicit (2016)”. No álbum, que é o 16º da carreira da banda, tem de tudo: músicas fantásticas, rock progressivo, AOR, violinos, hard rock, ótimos riffs, lindas melodias vocais, refrãos cativantes, seções instrumentais fantásticas… O vocalista “Ronnie Platt” entrou na banda em 2014 (substituindo o grande Steve Walsh) e os dois álbuns com sua presença são dignos dos tempos áureos da banda (anos 1970), e isso se deve muito também ao novo membro, o guitarrista e compositor “Zak Rizvi”. Destaque para as excelentes canções “The Absence of Presence”, “Throwing Mountains” e “Memories Down the Line”.

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
.

06

Dead Lord – “Surrender”

#HardRock – Suécia – 04/09/2020

Formada em 2012 na cidade de Estocolmo na Suécia, a banda Dead Lord lançou em 2020 seu quarto álbum estúdio. “Surrender” é contagiante e nostálgico, uma viagem aos anos 70 inspirada em Thin Lizzy, Nazareth, Kiss e UFO. Com boas linhas de guitarra, ótimas melodias, loucos riffs de guitarra e refrãos cativantes, o trabalho do quarteto é cativante e muito bem executado e produzido, com destaque para as músicas “Dystopia”, “Distance Over Time”, “Evil Always Wins” e “Letter From Allen St.”.

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
.

05

Tyler Bryant & The Shakedown – “Pressure”

#HardRock – EUA – 16/10/2020

“Pressure” é o quarto álbum da banda “Tyler Bryant & The Shakedown”, e certamente o melhor… Com boas canções, vocais melódicos, riffs de guitarra poderosos, bateria firme e linhas de baixo coesas, o álbum foi bem recebido pela crítica e captura a verdadeira essência dos anos 70 e 80 com um álbum de hard rock inspirado no blues. A banda atualmente é formada por Tyler Bryant (vocal e guitarra), Caleb Crosby (bateria), pelo guitarrista Graham Whiftord (filho e Brad Whitford do Aerosmith) e Ryan Fitzgerald (baixo). Destacam-se no álbum as faixas “Wildside”, “Holdin’ My Breath”, “Crazy Days” e “Misery”.

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
.

04

AC/DC – “POWER UP”

#HardRock – Austrália – 13/11/2020

O AC/DC dispensa comentários, e “Power Up”, o 17º álbum de estúdio da banda, é o melhor trabalho da banda no século 21 e talvez o melhor desde “For Those About to Rock We Salute You” (em análise). Com um pé no início da era Johnson, o álbum é uma homenagem a “Malcolm Young” e traz canções memoráveis como “Shot in the Dark”, “Kick You When You’re Down” e “Demon Fire”. Quem sabe sabe!

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
.

03

Deep Purple – “Whoosh!”

#HardRock – Inglaterra – 07/08/2020

São 52 anos de estrada… E eis que surge mais um álbum de uma das mais importantes e influentes bandas do rock… “Whoosh!” é o vigésimo primeiro álbum de estúdio da banda Inglesa. O disco é ótimo do começo ao fim, tem muita técnica, é bem produzido e conta com excelentes canções… O entrosamento dos músicos é evidente e impressiona.… Ian Gillan já não tem a mesma voz dos tempos áureos da banda, mas, aos 74 anos, com muita competência, mostra porque é um dos maiores vocalistas da história do rock. “Roger Glover” (baixo) e “Ian Paice” (bateria) garantem com experiência e maestria uma “cozinha” perfeita. Don Airey, mais uma vez, faz um trabalho fantástico nos teclados e “Steve Morse” arrebenta na guitarra. Em suma: Mais um grande trabalho de um dos gigantes do rock.

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
.

02

Blues Pills – “Holy Moly”

#HardRock – Suécia – 21/08/2020

Pela terceira vez em nossa lista de melhores do ano o “Blues Pills” chega poderoso e empolga novamente… “Elin Larsson” mais uma vez impecável e cantando com o coração mostra toda sua competência, carisma e potencial… Com produção de primeira (destaque para a mixagem de Andrew Scheps), composições fortes e cheio de alma, o terceiro álbum da banda é o mais coeso e maduro da carreira. É Hard Rock atrevido e estrondoso, que surfa na onda do soul, blues e rock psicodélico. Minha sensação aqui foi um “mix” de Rival Sons, Hendrix, Alabama Shakes e The Black Keys, e eu adorei! Ouça correndo!

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
.

01

Joe Bonamassa – “Royal Tea”

#BluesRock – EUA – 23/10/2020

“Royal Tea”, o 14º álbum solo do vocalista e guitarrista norte-americano, chegou exuberante… Gravado no lendário Abbey Road Studios, o álbum explora o Blues britânico e deixa claro as influências de “Joe” com as pitadas e sutilezas que nos fazem lembrar de Rory Gallagher, Peter Green, Clapton, Beck, Page, Steve Marriott… A obra conta com a participação na criação das musicas e letras de Bernie Marsden (ex-guitarrista do Whitesnake), Jools Holland (ex-Squeeze), Kevin Shirley e Pete Brown (letrista do Cream)… Mais um vez no alto do pódio na lista de melhores do Canal do Rock, Bonamassa nos entrega um trabalho impecável, que comprova, mais uma vez, que estamos diante do maior “BluesRockMan” do século 21, e um dos maiores músicos de todos os tempos!

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer
.

Agora é só clicar nesse link e curtir a “Playlist” no Spotify, Deezer ou YouTube!

.
“The Best Rock Albums of 2020”. Por Marcelo Vasconcelos do Canal do Rock.
.





.

1 2 3 13