Livro: “Kid Vinil: um herói do Brasil”

Autor: Ricardo Gozzi e Duca Belintani
Editora: Edições Ideal
Ano de Lançamento: 2015

levitra nila tononkira stephanie template latex master thesis undergraduate dissertation abstract examples https://tffa.org/businessplan/quaid-e-azam-ka-essay-in-urdu/70/ go go site https://beaschoolnurse.com/doctor/does-viagra-have-to-be-prescribed-by-a-doctor/31/ source link generische viagra short essay on christmas tree my favorite cartoon character ben 10 essay go here how fast does viagra begin working buy viagra generic short essay on laziness essay on overpopulation in hindi language an essay about animals rights exemple de dissertation sur la raison effet ngatif de viagra https://www.lapressclub.org/hypothesis/essays-on-hamlets-love-for-ophelia/29/ antabuse centers in denver colorado purchase cialis a what does cialis cost with insurance source url research paper website case study with questions and answers for mba https://earthwiseradio.org/editing/sample-thesis-of-civil-engineering/8/ enter site viagra canada quГ©bec follow cialis una al giorno https://campuschildcare-old.wm.edu/thinking/cars-in-our-life-essay/10/ Sinopse da Editora

Impossível contar a história do rock nacional sem dedicar ao menos um capítulo a Antonio Carlos Senefonte, mais conhecido pela alcunha artística de Kid Vinil. Figura emblemática e fundamental na cena musical brasileira, Kid tornou-se uma referência atuando nas mais diversas frentes. Artista, executivo de gravadora, radialista, jornalista, DJ, apresentador de TV e precursor de tendências: um sujeito multifacetado, que jamais se esquivou à missão de compartilhar o seu vasto conhecimento musical.

Kid Vinil: Um herói do Brasil é uma biografia autorizada escrita pelo jornalista Ricardo Gozzi e pelo músico Duca Belintani. Os autores mergulharam na trajetória de Kid Vinil, pontuando os fatos mais marcantes da vida profissional do biografado.

Ao longo das 160 páginas do livro, o leitor vai conhecer cada empreitada de Kid: o começo da vida profissional na gravadora Continental; o início “punk” com a banda Verminose; a entrada na Warner e o sucesso nacional com o Magazine (impulsionado pelos hits “Sou Boy” e “Tic-tic nervoso”); a regravação de “Comeu”, de Caetano Veloso, para a abertura de uma novela da Globo; todos os programas de rádio que ele comandou e a honra de ter mostrado em primeira mão bandas como Ira! e Ultraje a Rigor, além de nomes internacionais como The Smiths, Pixies e R.E.M.; as experiências como apresentador de tevê, em programas como “Som Pop” (TV Cultura) e “Lado B” (MTV); os feitos como produtor/executivo, trabalhando com nomes como Tom Zé e Helena Meirelles; enfim, uma vida dedicada à música.

Admirado pelos fãs, respeitado pela mídia e cultuado pelos seus pares, Kid chega aos 60 anos com a fome de conhecimento de um menino: sua coleção de discos não para de crescer, bem como o seu prazer em compartilhar cultura. Chegou a hora de mergulhar na história desse ícone pop brasileiro.

– Leia e saiba mais no site da Edições Ideal.

– Leia a matéria sobre o livro no site “Roque Reverso”.

– Leia um trecho do livro, disponibilizado pela “Edições Ideal”.