Os Melhores álbuns de Rock e Metal nacional dos anos 2000 e anos 2010.

Do “Indie rock” ao “Death metal”, tudo junto e misturado… sem preconceito…

O “século 21”, até o momento, foi recheado de lançamentos! O Rock Nacional, apesar de estar fora do “mainstream”, continua vivo como nunca… Milhares de bandas, de todos os subgêneros do rock e metal, nos presentearam com álbuns fantásticos.

Nesta lista, só entraram álbuns e EP’s de estúdio lançados em mídia física (CD, LP e K7) e/ou em streaming… Como toda lista nunca é unânime, já que reflete o gosto e a preferência de quem a elabora, o intuito da mesma é a de ser um guia para consulta e indicação de bons álbuns do gênero que tanto amamos…

Os subgêneros do Rock e Metal “citados” ao lado dos álbuns são só uma referência para o leitor se situar, as bandas possuem influências diversas e definir um estilo, as vezes, não é tão simples.

A lista, que tem 130 álbuns,  foi elaborada considerando apenas um álbum de cada banda e não há o melhor ou o “menos melhor”… A lista é apresentada em ordem de data de lançamento dos álbuns.

Veja também:  Os Melhores álbuns do Rock Nacional de 2019.

Veja também:  Os Melhores álbuns de Rock e Metal dos anos 2000 e anos 2010, na opinião do Canal do Rock.

Segue a lista:

Krisiun – Conquerors of Armageddon – (Death Metal – 2000)
O Surto – Todo Mundo Doido – (RapRock/Hardcore – 2000)
Autoramas – Stress, Depressão & Síndrome do Pânico – (Rock Alternativo – 2000)
Mopho – Mopho – (Rock Alternativo – 2000)
CPM 22 – CPM 22 – (Rock Alternativo – 2001)
Cachorro Grande – Cachorro Grande – (Rock Alternativo – 2001)
Ira! – Entre Seus Rins – (Rock Alternativo – 2001)
PELVs – Península – (Rock Alternativo – 2001)
Silent – The Bright Side – (Hard Rock/AOR – 2001)
Capital Inicial – Rosas e vinho tinto – (Rock Alternativo – 2002)
Shaman – Ritual – (Power Metal – 2002)
Os Paralamas do Sucesso – Longo caminho – (Rock Alternativo – 2002)
Imago Mortis – Vida…The Play Of Change – (Heavy/Prog/Doom Metal – 2002)
Nação Zumbi – Nação Zumbi – (Rock alternativo / Manguebeat – 2002)
Nordheim – …and the Raw Metal Power – (PowerMetal – 2002)
Bidê ou Balde – Outubro ou Nada! – (Rock Alternativo – 2002)
Charlie Brown Jr – Bocas ordinárias – (Rock Alternativo – 2002)
Tequila Baby – Punk Rock Até Os Ossos – (Punk Rock – 2002)
Los Hermanos – Ventura – (Rock Alternativo – 2003)
Engenheiros do Hawaii – Dançando no campo minado – (Rock Alternativo – 2003)
Skank – Cosmotron – (Rock Alternativo – 2003)
Hurtmold – Mestro – (Post-Rock / Noise Rock – 2004)
Dead Fish – Zero e Um – (Hardcore – 2004)
Angra – Temple of Shadows – (PowerMetal – 2004)
Barão Vermelho – Barão Vermelho – (Rock Alternativo – 2004)
Tuatha de Danann – Trova di Danú – (FolkMetal – 2004)
Ludov – O Exercício das Pequenas Coisas – (Rock Alternativo – 2005)
Lobão – Canções Dentro da Noite Escura – (Rock Alternativo – 2005)
CSS – Cansei de Ser Sexy – (Rock Alternativo – 2005)
WRY – Flames In The Head – (Rock Alternativo – 2005)
Detonautas Roque Clube – Psicodeliamorsexo&distorção – (Rock Alternativo – 2006)
Ludovic – Idioma Morto – (Rock Alternativo – 2006)
Moptop – Moptop – (Rock Alternativo – 2006)
Luxúria – Luxúria – (Rock Alternativo – 2006)
Uns e Outros – Canções de Amor e Morte – (Rock Alternativo – 2006)
Superguidis – Superguidis – (Rock Alternativo – 2006)
Cabaret – Cabaret – (Rock Alternativo – 2006)
Andre Matos – Time to Be Free – (PowerMetal – 2007)
Vanguart – Vanguart – (Rock Alternativo – 2007)
Zero – Quinto Elemento – (Rock Alternativo – 2007)
Dr. Sin – Bravo – (Hard/Heavy – 2007)
Tempestt – Bring ‘Em On – (Hard Rock – 2007)
Violins – Tribunal Surdo – (Rock Alternativo – 2007)
Pedra – Pedra II – (Rock Soul Prog – 2008)
Torture Squad – Hellbound – (Thrash/Death Metal – 2008)
Carro Bomba – Nervoso – (Metal Alternativo – 2008)
Macaco Bong – Artista Igual Pedreiro – (Rock Alternativo – 2008)
Made in Brazil – Rock de Verdade! – (Hard Rock – 2008)
Oficina G3 – Depois da Guerra – (Rock Cristão – 2008)
Móveis Coloniais de Acaju – C_mpl_te – (Rock Alternativo – 2009)
Korzus – Discipline of Hate – (Thrash Metal – 2010)
Fresno – Revanche – (Rock Alternativo – 2010)
SoulSpell – Labyrinth Of Truths – (Power Metal – 2010)
Zander – Brasa – (Rock Alternativo – 2010)
Banda do Sol – Tempo – (Rock Progressivo – 2010)
Rei Lagarto – Oceans – (Hard Rock – 2010)
Salário Mínimo – Simplesmente Rock – (Hard/Heavy – 2010)
Matanza – Odiosa Natureza Humana – (Punk Rock /Rock Alternativo – 2011)
Nenhum de Nós – Contos de Água e Fogo – (Rock Alternativo – 2011)
Rancore – Seiva – (Rock Alternativo – 2011)
Shadowside – Inner Monster Out – (Heavy Metal – 2011)
Supercombo – Sal Grosso – (Rock Alternativo – 2011)
Lautmusik – Lost In The Tropics – (Rock Alternativo – 2011)
Anjo Gabriel – O Culto Secreto do Anjo Gabriel – (Krautrock / Alternativo – 2011)
Tomada – O Inevitável – (Rock Alternativo – 2011)
Violeta de Outono – Espectro – (Rock progressivo – 2012)
El Efecto – Pedras e sonhos – (Rock Alternativo – 2012)
Black Drawing Chalks – No Dust Stuck On You – (Stoner Rock – 2012)
Command6 – Black Flag – (Metalcore/Thrash Metal – 2012)
Golpe de Estado – Direto do Fronte – (Hard/Heavy – 2012)
Huaska – Samba de Preto – (Rock Alternativo – 2012)
Vivendo do Ócio – O pensamento é um imã – (Rock Alternativo – 2012)
Boogarins – As Plantas Que Curam – (Rock Alternativo – 2013)
Vespas Mandarinas – Animal Nacional – (Rock Alternativo – 2013)
Hibria – Silent Revenge – (Heavy/Power Metal – 2013)
Hellish War – Keep It Hellish – (Heavy Metal – 2013)
O Rappa – Nunca tem Fim… – (Rock Alternativo – 2013)
Rosa Tattooada – XXV – (Hard Rock – 2013)
Baranga – O 5º dos Infernos – (Hard/Heavy – 2013)
Nervochaos – To the Death – (Death Metal – 2013)
Selvagens à Procura de Lei – Selvagens à Procura de Lei – (Rock Alternativo – 2013)
Woslom – Evolustruction – (Thrash Metal – 2013)
Project46 – Que Seja Feita a Nossa Vontade – (Metalcore – 2014)
Titãs – Nheengatu – (Rock Alternativo – 2014)
Pitty – Setevidas – (Rock Alternativo – 2014)
Pense – Além Daquilo Que Te Cega – (Hardcore – 2014)
O Terno – O Terno – (Rock Alternativo – 2014)
Ratos de Porão – Século Sinistro – (Thrashcore – 2014)
Motorocker – Rock Brasil – (Hard Rock – 2014)
Plebe Rude – Nação Daltônica – (Rock Alternativo – 2014)
Séculos Apaixonados – Roupa Linda, Figura Fantasmagórica – (Rock Alternativo – 2014)
Far From Alaska – modeHuman – (Stoner Rock – 2014)
menores atos – Animalia – (Rock Alternativo – 2014)
Pop Javali – The Game Of Fate – (Hard/Heavy – 2014)
Vento Motivo – O Voo do Marimbondo – (Rock Alternativo – 2014)
Cidadão Instigado – Fortaleza – (Rock Alternativo – 2015)
Fabiano Negri – Maybe We’ll Have a Good Time… For the Last Time – (Hard/Blues Rock – 2015)
Ventre – Ventre – (Rock Alternativo – 2015)
Dirty Glory – Mind The Grap – (Hard Rock – 2015)
Maglore – III – (Rock Alternativo – 2015)
Scalene – Éter – (Rock Alternativo – 2015)
Still Living – Humanity – (Hard Rock/AOR – 2015)
Hover – Never Trust The Weather – (Rock Alternativo – 2016)
DeFalla – Monstro – (Rock Alternativo – 2016)
King Bird – Got Newz – (Hard Rock – 2016)
No Trauma – Viva Forte Até o Seu Leito de Morte – (Metalcore – 2016)
Disaster Boots – Disaster Boots – (Hard Rock – 2016)
Rebel Machine – Nothing Happens Overnight – (Hard Rock – 2016)
Camisa de Vênus – Dançando na lua – (Punk Rock – 2016)
Hangar – Stronger Than Ever – (Power/Prog Metal – 2016)
Almah – E.V.O – (Power/Prog Metal – 2016)
The Baggios – Brutown – (Rock Alternativo – 2016)
Marenna – No Regrets – (Hard Rock/AOR – 2016)
Necro – Adiante – (Rock Progressivo – 2016)
4drive – Recycle – (Hard Rock / Rock Alternativo – 2016)
Sepultura – Machine Messiah – (Thrash Metal – 2017)
Ego Kill Talent – Ego Kill Talent – (Hard Rock – 2017)
Sunroad – Wing Seven – (Hard/Heavy – 2017)
Depois da Tempestade – Multiverso – (Rock Alternativo – 2017)
Dark Avenger – The Beloved Bones: Hell – (Heavy/Power Metal – 2017)
The Bombers – Embracing the Sun – (Rock Alternativo – 2017)
Tales From The Porn – H.M.M.V – (Hard Rock – 2017)
Electric Mob – Leave a Scar (EP) – (Hard Rock – 2017)
Dorsal Atlântica – Canudos – (Heavy/Thrash Metal – 2017)
Pleasure Maker – Dancin’ with Danger – (Hard Rock/AOR – 2018)
Variantes – Pra Variar – (Rock Alternativo – 2018)
Maestrick – Espresso Della Vita: Solare – (Rock/Metal Progressivo – 2018)
CaSch – High Level Low Profile (EP) – (Hard/Metal Progressivo – 2018)
Uganga – Servus – (Thrashcore – 2019)
Age Of Artemis – Monomyth – (Heavy/Power Metal – 2019)
The Cosmic Surfer – Get Cosmic – (Rock Alternativo – 2019)
Sioux 66 – M.M.X.I.X. – (Hard Rock – 2019)
Adellaide – New Horizons – (Hard Rock/AOR – 2019)

————————————————————————–
*** Canal do Rock, por Marcelo Vasconcelos. ***

Os Melhores álbuns do Rock Nacional de 2019.

O Rock Nacional está fora do “mainstream”, mas nem por isso deixa de nos presentear com ótimas bandas e bons trabalhos.

Na lista, que contém 30 álbuns (15 em destaque) e + 10 indicações, só entraram álbuns de estúdio lançados em mídia física (CD, LP e K7) e ou em streaming, e o Heavy Metal e seus subgêneros ficaram de fora.

Já está disponível a lista – Lançamentos do Rock 2020

Nas mini resenhas os músicos citados são os da formação que gravou o álbum, e os “estilos” mencionados ao lado dos álbuns são só uma referência para o leitor se situar, as bandas possuem influências diversas e defini-las, nem sempre é fácil.

Veja também:  Os Melhores álbuns do “Rock Internacional” de 2019.

Como toda lista nunca é unânime, já que reflete o gosto e a preferência de quem a elabora, esta matéria tem o intuito de ser somente um guia para consulta e indicação de bons álbuns do gênero que tanto amamos. Show! É #Rock…

Veja também:  Os Melhores álbuns do Rock Nacional de 2018.

Veja também:  Os Melhores álbuns do Rock Nacional de 2017.

Veja também:  Os Melhores álbuns do Rock Nacional de 2016.

Veja também:  Os Melhores álbuns de Rock e Metal dos anos 2000 e anos 2010, na opinião do Canal do Rock.

Não deixe de checar as “Playlists” no fim da matéria, com uma música de cada álbum escolhido e de outros lançamentos do ano… Então… Vamos aos escolhidos!

Inocentes – “Cidade Solidão” (EP) – #PunkRock – 12/04/2019
The Parking Lots – “Something New” (EP) – #RockAlternativo – 04/10/2019
Radical Karma – “Entre o Fim e o Começo” (EP) – #RockAlternativo – 22/03/2019
BRVNKS – “Morri de Raiva” (Estúdio) – #RockBr – 31/05/2019
Fresno – “Sua Alegria Foi Cancelada” (Estúdio) – #RockBr – 05/07/2019
Jonnata Doll e Os Garotos Solventes – “Alienígena” (Estúdio) – #RockAlternativo – 21/08/2019
Pitty – “Matriz” (Estúdio) – #RockBr – 26/04/2019
Rakta – “Falha Comum” (Estúdio) – #RockAlternativo – 01/04/2019
Scalene – “Respiro” – (Estúdio) – #RockBr – 24/07/2019
Terno Rei – “Violeta” (Estúdio) – #RockBr – 01/02/2019

30 – Ator Morto – “Amor Torto”

#RockBr – 13/09/2019


Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

 

29 – Matanza Inc – “Crônicas do Post Mortem…”

#HorrorPunk – 13/05/2019


Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

 

28 – Black Bell Tone – “Engenho Que Fabrica Opinião”

#RockAlternativo – 27/09/2019


Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

 

27 – Versus Mare – “Cordilheira”

#RockAlternativo – 07/03/2019


Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

 

26 – Carbônica – “Carbônica”

#RockAlternativo – 15/03/2019


Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

 

25 – Leeds – “Tormenta”

#ProgRock/#BluesRock – 29/03/2019


Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

 

24 – Barão Vermelho – “Viva”

#RockAlternativo – 16/08/2019


Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

 

23 – Zumbis Do Espaço – “Monstros Dominantes”

#PunkRock – 09/09/2019


Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

 

22 – Pin Ups – “Long Time No See”

#RockAlternativo – 14/06/2019


Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

 

21 – Gloria – “Acima do Céu”

#Post-Hardcore – 26/04/2019


Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

 

20 – Direito de Defesa – “Cultura da Impunidade”

– #RockAlternativo – 2019


Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

 

19 – Bula – “Realidade Placebo”

#RockAlternativo – 12/04/2019

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

 

18 – Plebe Rude – “Evolução – Volume I”

#RockAlternativo/#PunkRock – 06/12/2019

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

 

17 – Selvagens à Procura de Lei

“Paraíso Portátil” – #RockAlternativo – 11/11/2019


Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

 

16 – Rota 54 – “Náusea”

#PunkRock – 11/10/2019


Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

 

15
Dona Cislene – “TempoRei”
29/11/2019
#RockAlternativo

“TempoRei” é o 3º álbum da banda de Brasília, formada por Bruno Alpino (Voz e Guitarra), Gui de Bem (Guitarra), Pedro Piauí (Baixo) e Paulo Sampaio (Bateria). O álbum que tem 10 canções, conta com as participações especiais das bandas Scalene e Selvagens à Procura de lei, e mostra a banda mais madura e consistente. Destaque para as músicas “TempoRei” e “Vagabundovivebem”.

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

14
O Inimigo – “Contrariedade”
17/05/2019
#PunkRock

“Contrariedade”, lançado pela “Hearts Bleed Blue (HBB)”, é o 3º álbum da banda Punk paulistana, e o primeiro com o vocalista Wellington Marcelo, que substituiu Alexandre Fanucchi em 2016. Além de Wellington, fazem parte da banda o guitarrista Juninho Sangiorgio (que se divide entre O Inimigo e a lendária Ratos de Porão) Fernando Sanches (guitarra, também baixista do CPM22), Alexandre Cacciatore (baixo) e Gian Coppola (bateria). Com músicos experientes e competentes, o álbum é punk/hardcore dos melhores, critica o sistema e a onda conservadora atual, além de abordar temas como racismo, intolerância e xenofobia.

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

13
The Mönic – “Deus Picio”
28/06/2019
#RockAlternativo

“Deus Picio” é o primeiro álbum da banda paulista “The Mönic”. Formada por Alê Labelle (guitarra e vocais), Dani Buarque (guitarra e vocais), Joan Bedin (baixo) e Daniely Simões (bateria), a banda, formada em 2017, é pura energia, tem instrumental consistente e é , fortemente influenciada pelo grunge e o garage rock. Com sete faixas, o álbum tem som pesado e direto, e aborda temas sobre relações humanas e sociopolíticos. As meninas são competentes e entregam um álbum eletrizante que nos remetem ao som de bandas bandas como “L7” e “Hole”. Álbum super recomendado!

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

12
Violet Soda – “Violet Soda”
06/12/2019
#RockAlternativo

Após o lançamento de dois ótimos EPs em 2018 (“Here We Go Again” e “Tangerine”), um deles presente em nossa lista de “Melhores álbuns de 2018”, a banda “Violet Soda” lançou este ano seu primeiro “full-length”, o ótimo e homônimo “Violet Soda”. O álbum tem uma batida eletrizante e com seu “estilão” garage rock com influências grunge, a banda mostra muita competência e sintonia. O quarteto, que tem base em São Paulo, é formado por Karen Dió (voz/guitarra), Murilo Benites (guitarra), André Dea (bateria) e Tuti AC (baixo). Vale a pena conferir o álbum!

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

11
Dead Fish – “Ponto Cego”
21/05/2019
#Hardcore

“Ponto Cego” é o 8º álbum da carreira da banda capixaba, e sucede “Vitória” lançado em 2015, e é o primeiro sem o baixista Alyand. Com 15 faixas inéditas, o registro é poderoso e direto, e faz um recorte da situação política, econômica e social do Brasil. O álbum é bem produzido e tem o som pesado e clássico do hardcore, mas também navega em melodias mais calmas com o protagonismo da voz. “Ponto Cego” é um bom álbum e tem o DNA que um álbum de Punk Rock tem que ter, e mostra que o Dead Fish continua bem vivo e ainda tem muito a contribuir com rock nacional.

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

10
Hard:On – “Bad Habits Never Die”
10/04/2019
#HardRock

“Bad Habits Never Die” é o segundo álbum da banda de Hard Rock paulista formada por Chris Hoff (Vocal), Alex Hoff (Guitarra/Teclado), Ricardo Bolão (Baixo) e Daniel Gohn (Bateria). O álbum é bem produzido, a parte instrumental foi gravada no Rocks Studio (SP) e as vozes no Cubic Sun Studios, na Alemanha. Na toada de bandas como Mötley Crüe, L. A. Guns, Def Leppard… o quarteto paulista apresenta seu Hard Rock oitentista festeiro com competência, boas composições, riffs cativantes e refrãos grudentos e se firma como mais um bom nome do rock nacional.

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

09
Remove Silence – “Raw”
25/01/2019
#RockAlternativo

“RAW” é o quinto trabalho de estúdio da banda paulista, Remove Silence, que possui duas pré-indicações ao Grammy americano pelo trabalho realizado no álbum “Fade”, o álbum de estreia lançado em 2009. A banda formada por Ale Souza (baixo, voz), Danilo Carpigiani (guitarra), Fabio Ribeiro (teclados), Leo Baeta (bateria) já tem 12 anos de estrada e ainda trás um ar novo, contemporâneo e moderno se utilizando de sintetizadores e ipads para composição e em suas apresentações. Podemos ver essa versatilidade sonora claramente em transições como da eletrônica e pesada ‘Nothing to Lose’ para a agridoce e sombria ‘Color Blind Vision’, mostrando que a banda tem muito a acrescentar ao gênero já tão cultuado por bandas como Nine Inch Nails. Álbum mais que recomendado!

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

08
Dr. Sin – “Back Home Again”
15/11/2019
#HardRock

Back Home Again é o novo álbum da banda de Hard Rock dos irmãos Ivan Busic (bateria) e Andria Busic (vocal e baixo). O novo trabalho marca o retorno da banda, que em 2016, após 23 anos, resolveu encerrar as atividades. Com Thiago Melo na guitarra no lugar do mestre “Eduardo Ardanuy”, a banda retorna em grade estilo. “Back Home Again” chega pesado com influências do metal em algumas canções e pitadas de southern rock. Um bom álbum de um dos grandes nomes do rock brasileiro. Nas palavras de Ivan Busic: Essa volta é a nossa renovação. A banda é nossa vida”.

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

07
Doctor Pheabes – “Army of the Sun”
16/05/2019
#HardRock

“Army Of The Sun”, é o 3º álbum do quarteto paulistano de Hard Rock. Na estrada desde 1989, a banda é formada por Eduardo Parrillo (vocal), Fernando Parrillo (guitarra), Fabio Ressio (baixo) e Paulo Ressio (bateria). O Doctor Pheabes já se apresentou no Rock in Rio, Lollapalooza, e abriu os shows de grandes bandas como Guns N’ Roses, Whitesnake e Rolling Stones. Com 11 músicas, “Army Of The Sun” é um álbum cativante, com ótimos refrãos e bem produzido, com canções que mesclam o rock moderno, o hard rock dos anos 80/90 e pitadas de southern rock. 

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

06
Desert Crows – “Age of Despair”
12/04/2019
#StonerRock

“Age Of Despair” é o álbum de estreia da banda de stoner rock goiano, Desert Crows. O álbum, traz um stoner rock repleto de fuzz e influências do grunge e rock n’ roll. O power trio formado por Vitor Mercez (guitarra e vocal), Raul Martins (baixo) e Pedro Nascimento (bateria), pega pesado, empolga e impressiona os ouvintes com linhas vocais certeiras, riffs poderosos e um ótimo trabalho de bateria. O lema “fuzzy and heavy tones” faz mesmo jus à proposta dos jovens corvos desérticos. Altamente indicado para fãs de Stoned Jesus, Kyuss, Sleep e Uncle Acid & the Deadbeats. Álbum super recomendado! Grande estreia!

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

05
Backdrop Falls – “There’s no such place as home”
22/05/2019
#PunkRock

“There’s no such place as home” é o álbum de estreia da banda cearense de punk rock, Backdrop Falls. O álbum, lançado via “Electric Funeral Records”, está sendo distribuído por 10 selos ao redor do mundo. A banda formada por Matheus Collyer (voz, guitarra), Rafael Neutral (guitarra), Roger Capone (bateria) e Ilton Tiger (baixo), apresenta um disco sólido e com forte influência do punk rock californiano dos anos 90. Álbum recomendadíssimo!

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

04
Sioux 66 – “M.M.X.I.X.”
18/10/2019
#HardRock

“M.M.X.I.X.” é o 3º álbum da banda de Hard Rock paulistana. O álbum marca a estreia de “Yohan Kisser” (guitarra) que junto de Bento Mello (Guitarra), Fabio Bonnies (Baixo), Igor Godoi (Vocal) e Gabriel Haddad (Bateria) formam um um dos principais nomes do Hard Rock nacional na atualidade. Com Yohan Kisser, filho de Andreas Kisser (Sepultura), a banda ganhou peso na guitarra e mais um compositor. O álbum possui 7 ótimas canções e mais uma ótima versão de “Diversão” dos Titãs com participação de Branco Mello (pai do guitarrista Bento Mello) e de Gabriel Martins (Banda Mattilha). “M.M.X.I.X.” é o melhor e mais pesado trabalho da banda até aqui, é bem produzido e mostra o amadurecimento do quinteto. Álbum recomendadíssimo!

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

03
Rebel Machine – “Whatever It Takes”
24/05/2019
#HardRock

A banda gaúcha de Porto Alegre já marca presença no canal desde o lançamento de seu álbum de estreia, o ótimo “Nothing Happens Overnight”, inclusive, o álbum figurou na lista de melhores álbuns do rock nacional de 2016.
Whatever It Takes”, é mais um excelente trabalho dos gaúchos, mais maduro, coeso e com pitadas melódicas e experimentais, mas que continua trilhando o caminho certo com sua mistura cativante da essência do Hard Rock clássico e da alegria e vigor do Garage Rock que segue a linha de bandas como “The Hellacopters” e “Backyard Babies”, muito bom. Álbum mais que recomendado!

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

02
The Cosmic Surfer – “Get Cosmic”
17/05/2019
#BluesRock/#RockAlternativo

Get Cosmic é o álbum de estreia do quarteto catarinense e mistura rock, soul, blues, new wave, ska, punk imersos na cultura do surf e skate. A banda surgiu em 2017 e conta com Gabriel Gontijo (voz e guitarra) William Lamar (bateria), Beto Janesch (baixo e voz) e Rafael Richard (guitarra). Em 2018 a banda participou do “Prêmio da Música Catarinense” e venceu a categoria “Artista Revelação” e também conquistou o 1º lugar no concurso internacional “2018 #PanAmericanSong sponsored by Eurovision”, desbancando artistas de mais de 20 países com a música “Cosmic Surfer”. “Get Cosmic” é um álbum eclético, com ótimas canções e vai agradar os amantes do rock e da boa música. Ouça correndo!

Ouça o álbum: Deezer

01
Adellaide – “New Horizons”
29/11/2019
#HardRock/#AOR

Lançado pelo selo dinamarquês “Lions Pride”, “New Horizons” é o segundo álbum da banda paulistana, e sucede o ótimo álbum de estreia “Flying High”, que figurou em nossa lista de “Melhores álbuns do Rock Nacional de 2017“. O álbum tem a participação da vocalista sueca “Marina Ammouri” na música “It’s Just A Matter Of Time”.
A banda é formada por Daniel Vargas (vocais), Leandro Freitas (teclados) e Cadu Yamazaki (baixo), Herbert Loureiro (bateria) e Vitor Balconi (guitarra). “New Horizons” tem grandes canções, um vocal fantástico de Daniel Vargas, e é repleto de belas melodias, ganchos e refrões memoráveis, um prato cheio para os amantes do AOR e do Rock Melódico. Grande álbum!

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

 

Agora é só clicar nesse link e curtir a “Playlist” no Spotify, Deezer ou YouTube!

Livro: “Raul Seixas, Por Trás das Canções”

Autor: Carlos Minuano
Editora: BestSeller
Ano de Lançamento: 2019

Release (Blog da Editora Record)

O cantor e compositor baiano Raul Seixas foi uma incrível usina de criação. Viveu tão intensamente que, aos 44, quando partiu deste plano, deixou uma das obras mais marcantes da música brasileira. Seus versos e suas melodias são facilmente reconhecidos até mesmo pelas novas gerações de fãs do rock nacional. Ainda assim a vida pessoal ainda reserva surpresas. Alguns destes episódios ganham cores vivas em ‘Raul Seixas – Por trás das canções’, que a Editora BestSeller lança para lembrar os 30 anos da morte do maluco beleza, que morreu no dia 21 de agosto de 1989.

Escrita pelo jornalista Carlos Minuano, a biografia trata da amizade dele com o ex-jogador e hoje comentarista esportivo Walter Casagrande e revela os bastidores da turnê Ouro de tolo, que teve apresentações em garimpos no interior do Pará, em 1985. Regada de álcool e drogas, Raul e seus companheiros começaram a aventura em plenos ares na cabine de um monomotor. Fã de Raul Seixas, o piloto permitiu que o cantor e o guitarrista Tony Osanah pilotassem o avião. Para completar, foram recebidos em Marabá com uma saraivada de balas de garimpeiros fortemente armados. Imagens raríssimas feitas pela fotógrafa Cristina Villares completam o relato deste episódio.

Para adentrar o universo “raul-seixista”, Minuano conversou com Vivi Seixas, filha do músico, a mãe e a ex-esposa, Kika Seixas, e contou com o apoio de Sylvio Passos, músico, parceiro, amigo e fiel escudeiro do saudoso Maluco Beleza.

 

São Paulo – SP – 18.10.2019 – Carlos Minuano, jornalista e autor do livro – Lançamento do Livro “Raul Seixas, Por Trás das Canções” de Carlos Minuano. O lançamento foi na livraria da vila e teve apresentação musical de Dinho Nascimento e exposição da fotografa Cristina Villares. o Livro foi lançado pela editora BestSeller. Foto: Bruno Poletti / Divulgação

Veja como foi o evento de lançamento e outras fotos de Bruno Poletti.

Livro: “Novo Aeon, Raul Seixas no torvelinho de seu tempo”

Autor: Vitor Cei
Editora: Mondrongo
Ano de Lançamento: 2010 (2º Edição – 2019)

Release

A segunda edição do livro “Novo Aeon: Raul Seixas no torvelinho de seu tempo”, de Vitor Cei, foi publicada pela editora baiana Mondrongo.

Vitor Cei, doutor em Estudos Literários e professor do Departamento de Línguas e Letras da Universidade Federal do Espírito Santo, explica que o livro estuda a utopia da Sociedade Alternativa apresentada por Raul Seixas em suas músicas. A doutrina do Novo Aeon, Nova Era, foi elaborada pelo escritor inglês Aleister Crowley na obra “Os Livros Sagrados de Thelema”, traduzida por Vitor Cei e publicada pela editora Madras em 2018. As ideias de Crowley foram muito influentes na contracultura das décadas de 1960 e 1970, impulsionando trajetórias existenciais de grande força contestatória, de artistas como Raul Seixas, que acompanhou o movimento alternativo e lançou sua música à condição de espírito do seu tempo.

Vitor Cei analisa a discografia de Raul Seixas à luz da multiplicidade de problemas que formam nossa experiência cultural. O autor pontua, nas músicas do Raul, as ressonâncias das questões que animaram o torvelinho do seu tempo: autoritarismo, censura, desbunde, contracultura, ocultismo, indústria cultural, melancolia e niilismo.

Análise

Sérgio da Fonseca Amaral, professor do Programa de Pós-Graduação em Letras da UFES, escreve na apresentação da obra que “o leitor encontrará no texto de Vitor uma elaborada e intrincada análise de um músico com sua época; de um músico agonístico, engajado na busca de transformar a percepção apostando em métodos por vezes pouco ortodoxos. Assim, o trabalho faz circunvolução em torno de um artista, mas, ao fazer isso, perscruta um país, uma época e um mundo em formação”.

Wilberth Salgueiro, diretor da Editora da UFES e professor do Programa de Pós-Graduação em Letras, afirma no posfácio que “este estudo de Vitor vem em boa hora: muito além da celebração, é um convite à cerebração. Em síntese, este livro aciona em nós os prazeres de pensar música e história – ao som, alto e bom som, de Raul Seixas”.

O autor acredita que a pesquisa já terá sido frutífera se for capaz de estimular a escuta da obra de Raul Seixas, trazendo à reflexão os problemas políticos, existenciais e socioculturais que marcaram seu tempo, num questionamento das conexões entre produção cultural e vida social, detectando, ampliando e registrando alguns problemas do Brasil. Ele espera que cada leitura conduza a outros desdobramentos possíveis, apontando para novos problemas e facetas da nossa experiência cultural múltipla.

Sobre o autor

Vitor Cei Santos nasceu em Vitória no dia 02 de maio de 1983. É doutor em Estudos Literários pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), com doutorado sanduíche na Universidade Livre de Berlim, com mestrado em Letras pela Universidade Federal do Espírito Santo. Trabalha como professor do Departamento de Línguas e Letras da UFES.

Mais informações sobre o evento de Lançamento de “Novo Aeon: Raul Seixas no torvelinho de seu tempo”.
Leia e saiba mais no site da “Editora Mondrongo”.

Fonte: Vitor Cei e Editora Mondrogo

Os Melhores álbuns do Rock Nacional de 2018.

Neste link, já está disponível a lista “Os Melhores álbuns do Rock Nacional de 2019”.

O Rock Nacional está fora do “mainstream”, mas nem por isso deixa de nos presentear com ótimas bandas e bons trabalhos. Por falta de tempo, e para não adiar mais a publicação da lista, resolvi publicá-la sem as “mini-resenhas”, mas prometo fazer isso em breve e completar o “post” para dar mais informação aos leitores.

Na lista de melhores, só entraram discos e EP’s de estúdio lançados em mídia física (CD, LP e K7) e em streaming,, e o Heavy Metal e seus subgêneros ficaram de fora… Os Estilos “citados” nos álbuns são só uma referência para o leitor se situar, as bandas possuem influências diversas e definir um estilo é sempre difícil….

Como toda lista nunca é unânime, já que reflete o gosto e a preferência de quem a elabora… você pode usar os comentários para deixar suas preferências e enriquecer o “post”, que tem o intuito de ser somente um guia para consulta e indicação de bons álbuns do gênero que tanto amamos. Show! É #Rock…

Veja também:  Os Melhores álbuns do Rock Nacional de 2017.

Veja também:  Os Melhores álbuns do Rock Nacional de 2016.

Veja também:  Os Melhores álbuns do Rock Internacional de 2018.

Neste link, você já pode checar os lançamentos previstos para 2019.

Não deixe de checar as “Playlists” no fim da matéria, com uma música de cada álbum escolhido no YouTube, Deezer e Spotify.

Então… Vamos aos escolhidos!

25
Masmorra – “Masmorra” (EP)
09/02/2018
#HardRock

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

24
Remate – “Remate” (EP)
10/08/2018
#RockBr

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

23
Violet Soda – “Here We Go Again” (EP)
08/06/2018
#RockBr

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

22
Gosotsa – “O Sol Tá Maior III”
07/03/2018
#RockAlternativo

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

21
Templates – “Não Desligue o Rádio”
31/10/2018
#RockBr

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

20
Titãs – “Doze Flores Amarelas – A Ópera Rock”
11/05/2018
#RockBr

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

19
Attività Power Trio – “Confusão”
31/01/2018
#RockBr

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

18
Somaa – “O Mundo Quer te Enganar”
17/07/2018
#RockBr

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

17
Armada – “Bandeira Negra”
02/02/2018
#RockBr

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

16
The Spacetime Ripples – “Legend of Creation”
26/01/2018
#StonerRock

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

15
Devilish – “Superfreaktion”
16/11/2018
#HardRock

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

14
Molho Negro – “Normal”
02/11/2018
#RockBr

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

13
Capital Inicial – “Sonora”
07/12/2018
#RockBr

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

12
Os Replicantes – “Libertà”
09/03/2018
#PunkRock

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

11
Baranga – “Motör Vermelho”
31/08/2018
#HardRock

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

10
MATTILHA – “Crônicas do Undeground”
10/08/2018
#RockAlternativo

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

09
Fabiano Negri – “The Lonely Ones”
10/03/2018
#RockBr

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

08
Autoramas – “Libido”
20/07/2018
#RockBr

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

07
Radio Front – “Into The Rain”
10/08/2018
“#RockBr”

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

06
menores atos – “Lapso”
08/06/2018
#RockBr

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

05
Cólera – “Acorde! Acorde! Acorde!”
16/03/2018
#PunkRock

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

04
TREMA – “Na Capital”
27/04/2018
#RockBr

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

03
Variantes – “Pra Variar”
25/05/2018
#RockBr

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

02
Still Living – “Ymmij”
02/04/2018
#HardRock/#AOR

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

Obs: O álbum foi lançado em CD na Europa e em streaming em Dezembro de 2017 e no Brasil (CD) em Abril de 2018…

01
Pleasure Maker – “Dancin’ with Danger”
23/03/2018
#HardRock/#AOR

Ouça o álbum: Spotify ou Deezer

 

Playlist no Spotify

https://open.spotify.com/playlist/4AhoMfm6pceefWA3WCXLFZ

Playlist no Deezer

https://www.deezer.com/en/playlist/5307970826

Playlist no YouTube

Playlist do Rock – Rock Nacional Lançamentos 2019

Veja também:  Os Melhores álbuns do Rock Nacional de 2019.

Veja também:  Os 25 Melhores álbuns do “Rock Nacional” de 2018.

Neste link, você pode checar a “Lista de álbuns – Lançamentos 2019”.

A playlist contempla o rock nacional e abrange músicas de álbuns e EP’s lançados em 2019 em mídia física (CD, LP e K7) e ou em streaming…

Escolha a playlist em sua plataforma preferida: Deezer, Spotify ou YouTube. Show! É #Rock

DEEZER

Link => https://www.deezer.com/br/playlist/6798504844

SPOTIFY

Link => https://open.spotify.com/playlist/3lzWB631pOCaTEUE47GBwF

YOUTUBE

 

1 2 3