“Exposição John Lennon em Nova York por Bob Gruen” chega ao MIS em março.

(foto: Divulgação / John Lennon por Bob Gruen)

Em março de 2020, o Museu da Imagem e do Som – instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo – apresenta, pela primeira vez no país, a exposição John Lennon em Nova York por Bob Gruen.

Numa grande comemoração aos 80 anos de nascimento e 40 anos de legado de John Lennon, um dos maiores músicos da história, a exposição exibe imagens do fotógrafo Bob Gruen e revela o dia-a-dia do músico na cidade de Nova York entre os anos de 1971 e 1980. Bob Gruen é um dos maiores fotógrafos da cena rock’n’roll mundial ainda em atividade na contemporaneidade. Por meio de uma curadoria inédita para o Brasil, a mostra trará, além de fotografias nunca exibidas, objetos da época pertencentes ao acervo pessoal de Bob Gruen.

John Lennon em Nova York por Bob Gruen, que abre logo após a megaexposição Musicais no Cinema (em cartaz até 16 de fevereiro), marca o início das comemorações do aniversário de 50 anos do MIS, celebrados em 2020.

SERVIÇO

JOHN LENNON EM NOVA YORK POR BOB GRUEN

Data: De 13 de Março de 2020 a 7 de junho de 2020

Museu da Imagem e do Som – MIS

Avenida Europa, 158, Jardim Europa, São Paulo| (11) 2117 4777 | www.mis-sp.org.br

Estacionamento conveniado: R$ 18. Acesso e elevador para cadeirantes. Ar condicionado.

Vendas a partir de 07 de fevereiro de 2020 no site: https://www.sympla.com.br/

 

Sobre Bob Bruen

Bob Gruen é um dos fotógrafos mais conhecidos e respeitados do rock and roll. De John Lennon a Johnny Rotten; de Muddy Waters aos Rolling Stones; de Elvis a Madonna; de Bob Dylan a Bob Marley; de Tina Turner a Debbie Harry, ele capturou a cena musical durante mais de quarenta anos em fotografias que se tornaram reconhecidas mundialmente. Pouco tempo após John Lennon se mudar para Nova York em 1971, Bob se tornou fotógrafo e amigo pessoal de John e Yoko, fazendo fotos de sua vida profissional e de momentos em família. Em 1974, ele criou as imagens icônicas de John Lennon vestindo uma camiseta da cidade de Nova York, e de pé, em frente à Estátua da Liberdade, fazendo o sinal de paz – duas das imagens mais populares de Lennon. Como fotógrafo-chefe da Rock Scene Magazine nos anos 1970, Bob se especializou em cenas autênticas dos bastidores. Ele viajou em longas turnês com as bandas de punk e new wave que acabavam de surgir, entre elas New York Dolls, Sex Pistols, Clash, Ramones, Patti Smith Group e Blondie. Bob também trabalhou com grandes nomes do rock, como Led Zeppelin, The Who, David Bowie, Tina Turner, Elton John, Aerosmith, Kiss e Alice Cooper.

Bob foi agraciado, em junho de 2004, com o prestigiado HonoursListAward for Classic Image, da MOJO Magazine, em Londres e, em novembro de 2010, entrou para o LongIsland Music Hall ofFame. Por sua atuação beneficente, Bob recebeu o primeiro John Lennon Real Love Award, em dezembro de 2014, no 32º Annual John Lennon Tribute Concert. Em 2013, a exposição John Lennon foi inaugurada em Buenos Aires, na Argentina, e atraiu mais de 500.000 visitantes em três semanas, batendo o recorde de público para uma exposição no país. Mais recentemente, Bob também fotografou a turnê europeia do Green Day, Yoko Ono/Plastic Ono Band, Iggy Pop, Ozzy Osbourne, AC/DC, Jesse Malin, Ryan Adams, Courtney Love, The Strypes, entre outros artistas emergentes e populares.

 

(fonte: http://www.cultura.sp.gov.br/ – Governo do Estado de São Paulo)

(Visited 94 times, 1 visits today)