“The Mönic” lança videoclipe para primeira faixa de álbum inédito.

(Foto: Banda The Monic, por Marcelle Stavale)

Os primeiros segundos de “Mexico” já indicam que se trata de um garage rock: guitarras distorcidas, bateria marcante e baixo que dá ainda mais peso ao som. Quando a vocalista e guitarrista Alê Labelle entoa os primeiros versos a presença feminina logo aparece, remetendo a outras bandas do gênero que possuem suas frontwomen. Analisando a formação do The Mönic, porém, percebe-se que no grupo o papel das mulheres é total e muito além de posições pré-definidas — um exemplo de que não há limitações para o protagonismo feminino na cena. Assim, a banda disponibiliza hoje (22) o primeiro single do álbum “Deus Picio”, que será lançado pela Deck. A faixa também conta um criativo clipe protagonizado pelas artistas e seus amigos.

A letra do lançamento aborda o relacionamento entre pessoas que se gostam, mas têm medo de criar maiores laços afetivos ou externalizar seus sentimentos. Além de Alê, Dani Buarque (guitarra e voz), Joan Bedin (baixo e voz) e Daniely Simões (bateria) formam o The Mönic e tocam na faixa, de andamento rápido e refrão marcante. “‘Mexico’ nasceu de um riff despretensioso que inventei no intervalo de um ensaio, uma brincadeira. Não havia visto nada demais nele, mas a Dani (Simões) falou que daria uma ótima música e fez questão de criar uma linha de bateria e de que trabalhássemos aquilo. Na hora de finalizarmos a demo do disco, essa composição estava sem letra; a Alê então escreveu uma letra de amor. Achamos uma combinação muito interessante, pois é a faixa mais pesada do álbum ao mesmo tempo que é uma das únicas que aborda temas amorosos”, explicou Dani Buarque, garantindo que a insistência da baterista em trabalhar a canção foi essencial.

O videoclipe do single, dirigido por Mateus Brandão, brinca com seu título, e simula uma novela mexicana em tom de sátira e bom humor. As garotas — responsáveis pelo roteiro — interpretam diferentes esposas e namoradas que se juntam para um jantar acompanhadas dos companheiros. Ao longo da noite, porém, surgem intrigas que levam a uma série de brigas e traições. A trama também critica a busca pela manutenção das aparências e o falso moralismo. Toda a fotografia e os efeitos do vídeo remetem às novelas, com o estilo e tomadas típicas do gênero que se popularizou na televisão brasileira nas décadas de 90 e 2000.

Veja o Clip da música “Mexico”.

Conheça mais sobre a banda “The Mönic” nas redes sociais:

Facebook: https://www.facebook.com/themonicband/
Instagram: https://www.instagram.com/TheMonicband/
YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCYFqWqzK77U8C7VmbyHfnnQ

(Fonte: Batucada Comunicação)
*** Canal do Rock, por Marcelo Vasconcelos. ***

Radical Karma lança EP de estreia, “Entre o Fim e o Começo”.

(Foto: Banda Radical Karma / Instagram / Divulgação)

Radical Karma tem em sua formação membros com larga experiência sobretudo no cenário punk rock/hardcore, mas que nele se aprofundam em outro universo, ainda que as raízes estejam fincadas, inevitavelmente, no underground. Após o lançamento de dois singles, com excelente repercussão, o quarteto enfim lança o EP “Entre O Fim E O Começo”.

Álbum: Entre O Fim E O Começo (EP)
Lançamento: 22/03/2019

Tracklist

01 – Ainda Bem Que Decidiu Ficar
02 – Âmbar Báltico
03 – Referente Ausente
04 – Sinto Muito Que Não Sinta Nada no Fim

Clique aqui, e ouça o EP na sua plataforma de streaming favorita.

Gabriel Zander [voz], Fausto Oi [baixo], Mateus Brandão [guitarra] e Fernando Martins [bateria] se encontraram entre janeiro e dezembro de 2018 e sorrateiramente para ensaios no Estúdio Porto, e sem fazer alarde gravaram um EP com quatro faixas.

A produção é assinada por Philippe Fargnolli [CPM22, Reffer, ex-Dead Fish] e todo o processo foi feito no Estúdio Costella, na capital paulista onde o grupo reside.

Assim como o recorte de um diário, o EP “Entre O Fim E O Começo”, lançado pela Flecha Discos, é repleto de sentimentos que são exteriorizados por meio de causas e efeitos, embalados com um toque melancólico natural e uma melodia espontânea.

A abertura com “Ainda Bem Que Decidiu Ficar”, tem clima pungente, a tensão da letra [e narrativa intensa e envolvente] é refletida na solidez da base e dos riffs.

As canções parecem extensões de experiências vividas e que de alguma forma se conectam e formam um momento de superação – de extremos, do [quase] decesso à celebração a vida.

“Ambar Báltico” é terapêutica, ela aquece e acalma. A princípio emana angústia, desejo por proteção, mas que ao poucos se transforma em um grito de libertação, do anseio à exteriorização: “e doa a quem doer, não deixe de viver; e doa a quem doer seja sempre você”. Já existem planos para a produção de um clipe que ficará a cargo dos irmãos Luca e Davide Bori, da banda soteropolitana Vivendo do Ócio.

O rock alternativo, aquele à margem entre o indie e o mainstream de nomes como Smashing Pumpkins, Pixies e Seaweed, paira entre as referências. Não há uma cartilha a ser seguida, mas alguns dos ensinamentos marcam presença nas entrelinhas.

Assertivas defendidas pela escritora americana Carol J. Adams, autora de “A Política Sexual da Carne” – onde ela denuncia a cultura dominante viril-carnista e toda a opressão arraigada – reverberam em “Referente Ausente”. Na contramão da seriedade do tema, leveza e calmaria na harmonia, um ode pacifista-ativista tal qual a simplicidade de valores do indiano Mahatma Gandhi.

Toda a identidade visual do RK ficou nas mãos da designer e ilustradora Camila Rosa, de Joinville [SC]. Ela vem despontando com sua arte de resistência, onde não poupa cores e mensagens de empoderamento feminino.

Sonoramente a banda traz energia acumulada ao longo de décadas de estrada e o desejo de produzir material de qualidade, “Sinto Muito Que Não Sinta Nada” reflete isso e encerra o EP com a rispidez de quem se encontra em estado de aflição diante da apatia de outrem.

Da bagagem anterior, o Radical Karma carrega a vivência do it yourself e a vontade de tocar em todos os cantos possíveis, de clubes pequenos a grandes festivais espalhados pelo Brasil. O material, que futuramente se juntará a um outro EP e formará um disco cheio, já está disponível nas plataformas digitais. Este é só o começo!

Conheça mais sobre a banda “Radical Karma” nas redes sociais:

Facebook: https://www.facebook.com/oradicalkarma
Instagram: https://www.instagram.com/oradicalkarma/
YouTube: https://www.youtube.com/channel/UC66IHoNPdx2aTxwvGL1V_pg

(Fonte: Erick Tedesco, assessoria de imprensa)
*** Canal do Rock, por Marcelo Vasconcelos. ***

Acústico Drive: “My Freedom” é o 1º single da banda de Campos dos Goytacazes/RJ”.

Banda Acústico Drive / Divulgação
(Foto:Banda Acústico Drive / Divulgação)

A Banda Acústico Drive é uma banda de Campos dos Goytacazes, no estado do Rio de Janeiro. Surgiu em 2010, com a idéia de fazer um trabalho de pop-rock tendo à frente um vocal feminino. Hoje, quase 10 anos depois, a Acústico Drive ressurge no cenário do Pop e do Rock com nova formação: Lúcio Magno, na guitarra e backing vocal, Diego Mendes na bateria, o bassman David Rocco, e o multifacetado vocal Diego Barreto. Essa galera se reuniu por acaso pra trazer de volta o espírito do Rock ‘n’ Roll personificado.

Veja o “Clip” da música “My Freedom”.

A Acústico Drive está participando da 4ª edição do concurso, promovido pela EDP Brasil, que está em busca de novas bandas brasileiras independentes, com talento e muita vontade de brilhar. O Concurso que é um sucesso em Portugal chegou ao Brasil em 2016 – país ao qual a EDP traz a sua boa energia – contabilizando desde então mais de 4.400 bandas inscritas em todo território brasileiro.

Nesta edição, tal como nas anteriores, a banda vencedora do “EDP Live Bands Brasil” vai tocar no “NOS Alive” em Portugal, um dos maiores festivais da Europa, e gravará um máster de um CD.

Então, vote na Acústico Drive neste link , e ajude a a banda a participar do “NOS Alive’19” em Portugal.

 

Acústico Drive - Logo

Diego Barreto – Vocalista
Lúcio Magno – Guitarra
David Rocco – Contra-baixo
Diego Mendes – Bateria

Conheça mais sobre a “Acústico Drive” nas redes sociais.

Facebook: https://www.facebook.com/acusticodriveoficial/
Instagram: https://www.instagram.com/acusticodriveoficial/
YouTube: https://www.youtube.com/channel/UC9hPnOhN8BHpyF3bmGXKYXw
____________________________________________
(Fonte: Carla Bulgarelli, Assessoria de Imprensa)
*** Canal do Rock, por Marcelo Vasconcelos. ***

Banda Malta lança “IV” seu novo álbum de estúdio.

(Foto: Banda Malta por Rodolfo Magalhães)

A banda Malta ressurge em 2019 com seu novo álbum de estúdio, intitulado “IV”. Não por acaso o novo trabalho da banda paulistana tem esse nome, pois ele é de fato o quarto disco de estúdio de um dos maiores nomes do Rock nacional da atualidade. O título simples e direto é uma maneira de mostrar a força do grupo em todos estes anos.

O novo álbum da Malta é um marco na carreira da banda e revelará novos hits para os fãs como as emblemáticas “Viver Por Você”, “Não Há Nada Melhor” e “Manipulação”. Os fãs irão ficar surpresos com o nível alcançado pelos músicos nestes novo trabalho, principalmente em músicas pesadas como “Amor e Ódio”, “Pátria Amada” e épicos repletos de emoção como “Ainda Estou Aqui” e “É Só Você”.

Formado por Adriano Daga (bateria), Luana Camarah (vocal), Thor Moraes (guitarra) e Diego Lopes (baixo), a banda Malta está colhendo os frutos do trabalho conquistado com muita energia, qualidade e paixão pela boa música. Este amor pela música pode ser sentido nas 11 faixas inéditas do novo álbum “IV”.

Produzido, mixado e masterizado por Adriano Daga nos estúdios Daga Music House e coproduzido por Thor Moraes no Do Martelo Studio, em São Paulo, o álbum “IV” teve seu projeto gráfico e direção de arte idealizado por Diego Lopes, mostrando que a Malta é auto suficiente em termos de produção. O disco contou com algumas participações especiais como do ex-guitarrista do Guns N’ Roses Ron “Bumblefoot” Thal, do grande percussionista Carlinhos Brown (jurado The Voice Brasil), do renomado ator Rodrigo Lombardi (locução em Pátria amada), Amon Lima (violino em Manipulação), do tecladista Junior Carelli (Noturnall e Anie), entre outros.

“Este novo álbum “IV” é bastante especial em nossas carreiras, em muitos sentidos. É o primeiro trabalho com nosso empresário Paulo Baron (Top Link Music), que nos trouxe aquela paixão de garoto novamente, colocando a banda nos eixos com um som mais pesado, é claro, sem perder a nossa identidade”, disse o baixista Diego Lopes.

“Escutamos nossa discografia e pensamos no que poderíamos evoluir como banda e músicos. Tentamos algo diferente neste novo trabalho e acho que conseguimos um equilíbrio entre o peso do Rock que somos fãs com as melodias e letras repletas de emoção, transformando o som em grandes hinos”, completou o baixista.

Álbum: IV
Lançamento: 15/02/2019

Tracklist

01 – Não Há Nada Melhor
02 – Ela Sempre Sabe
03 – Viver Por Você (I Live My Life For You)
04 – Ainda Estou Aqui
05 – Amor e Ódio
06 – Só Você (Let it Hurt)
07 – Amor Proibido
08 – Bater de Frente
09 – Manipulação
10 – Pátria Amada

Ouça o álbum na sua plataforma de Streaming preferida. 

Veja o clip da música “Manipulação”.

Malta nas redes sociais:
http://www.maltaoficial.com.br
https://www.facebook.com/maltaoficial
https://www.instagram.com/maltaoficial
https://www.youtube.com/bandamaltaoficial
https://twitter.com/malta_oficial

(Fonte: Simone Catto Joia, assessoria de imprensa)
——————————————-
*** Canal do Rock, por Marcelo Vasconcelos. ***

Radical Karma: Nova banda alternativa reúne nomes conhecidos da cena nacional.

(Foto: Radical Karma / Divulgação)

Quatro músicos de bandas com prestígio entre o público do punk e hardcore nacional uniram forças e experiências e dão vida ao Radical KarmaGabriel Zander (Zander, voz), Fausto Oi (Direction, ex-Dance of Days, baixo), Mateus Brandão (Chuva Negra, guitarra) e Fernando Martins (Horace Green, ex-Dance of Days, bateria) se debruçaram sob o projeto de janeiro a dezembro do ano passado, que enfim vem à público neste início de fevereiro com o single ‘Ainda Bem Que Decidiu Ficar’.

A música está disponível nas principais plataformas de streaming. Ouça aqui: https://ONErpm.lnk.to/RadicalKarma.

Diferente das experiências anteriores, voltadas ao punk rock/hardcore, o RadicalKarma tem como base o rock alternativo à margem entre o indie e o mainstream. Toda a identidade visual do grupo ficou nas mãos da ilustradora Camila Rosa.

O single foi produzido por Philippe Fargnoli (CPM22, Reffer, ex-Dead Fish) e é parte do EP ‘Entre o Fim e o Começo’, de quatro faixas, que se juntará ainda a um outro EP e, juntos, formarão um disco cheio a ser lançado pela Flecha Discos.**

A banda também estreia nas redes sociais, onde em breve anunciará os primeiros shows e outras novidades. Siga o Radical Karma no instagram@oradicalkarma.

 

Veja o lyric video da música “Ainda bem que decidiu ficar”.

(Fonte: Erick Tedesco, assessoria de imprensa)
——————————————-
*** Canal do Rock, por Marcelo Vasconcelos. ***

Remove Silence: Banda Paulista lança “RAW”, seu 5º álbum de estúdio.

Banda Remove Silence(Foto: Banda Remove Silence)

Banda paulista pré-indicada em duas categorias ao Grammy americano lançou na última sexta-feira (25.01.2019) seu mais novo trabalho intitulado ‘RAW’ que conta com 8 faixas inéditas, incluindo seus últimos singles ‘RAW’, ‘Middle of Nowhere’ e ‘Laser Gun’. Com 12 anos de estrada, a banda ainda trás um ar novo, contemporâneo e moderno à sonoridade agressiva que tanto tiveram sucesso em outros projetos, como as bandas Shaman e Oponente, mas sempre se mantendo avant-garde se utilizando de sintetizadores e ipads para composição e em suas apresentações. Podemos ver essa versatilidade sonora claramente em transições como da eletrônica e pesada ‘Nothing to Lose’ para a agridoce e sombria ‘Color Blind Vision’, mostrando que a banda tem muito a acrescentar ao gênero já tão cultuado por bandas como Nine Inch Nails.

Álbum: Raw
Lançamento: 25/01/2019

Tracklist

01 – Raw
02 – Laser Gun
03 – Middle of Nowhere
04 – Fake It Till You Make It
05 – Nothing to Lose
06 – Color Blind Vision
07 – The Buzzer
08 – Never Ending Flow

Clique aqui, e ouça o álbum na sua plataforma de streaming favorita.

Clique aqui, e veja o clip da música “Raw”.

 

Conheça mais sobre a banda “Remove Silence” nas redes sociais:

Facebook: https://www.facebook.com/REMOVE-SILENCE-178394095190/
Instagram: https://www.instagram.com/removesilence/
YouTube: https://www.youtube.com/user/removesilenceoficial

 

(Fonte: Ale Souza da banda Remove Silence)
——————————————-
*** Canal do Rock, por Marcelo Vasconcelos. ***

Ficção científica e metal se unem no disco de estreia da banda catarinense “Hamen”.

Banda Remove Silence(Foto: Banda Hamen por Cadu Andrade)

Cada música, uma história e um personagem. Cada música, um pequeno mundo a ser descoberto. É a partir desta ideia que nasce “Unreflected Mirror”, disco de estreia da Hamen, um dos destaques do metal sinfônico brasileiro. A banda de Joinville é formada por Monica Possel (voz), Cadu Puccini (guitarra), Matheus Maia (baixo) e Gabriel Pedroso (bateria).
No novo trabalho produzido por Matheus Maia, a banda catarinense une ficção científica e melodias orquestradas nas 12 faixas. Considerado um dos maiores guitarristas brasileiros, Marcelo Barbosa (Almah, Angra), participou do disco de estreia da Hamen, “Unreflected Mirror”, na faixa “The Life Has Passed”. O álbum encontra-se disponível nas principais plataformas de streaming e em formato físico, no Brasil, na Europa e Ásia.
“A ideia sempre foi fazer com que o ouvinte pudesse emergir em um conto, fábula ou até mesmo imaginar a história de um livro ou um filme. É como uma série de 12 episódios e, em cada um deles, os personagens são apresentados. Sua evolução é contada pelas letras e as emoções atenuadas pela trilha sonora”, explica Monica Possel.
Inspirado também no conceito do mundo pós-moderno, as músicas falam de pessoas que vivem atrás da máquina, em uma vida acelerada e sem propósito. Voltada para sentimentos egoístas de crescimento e busca pelo poder, a vida perde sentido, levando a autodestruição. Principal letrista da Hamen, Monica fala sobre a inspiração para as canções:
“Me inspirei muito na obra de ficção científica do Arthur C. Clarke. Todas as músicas têm uma variação destes temas. Seja a busca pelo inalcançável, pelo poder ou pelo desconhecido. O ser humano quer estar sempre a frente, e nessa eterna busca, ele perde a chance de se conhecer, de viver mais e melhor”, analisa.
Neste disco, a Hamen investe em uma sonoridade focada no sinfônico, com mais elementos orquestrais. A partir deste trabalho a banda alcança um novo estágio da carreira, mais confiante e madura. É o caso da música “A New Beginning”, que segundo Matheus Maia, é essencial para a história do disco e traduz para o grupo o início de uma proposta promissora: “Representa a evolução do novo”, define.
O disco de estreia, “Unreflected Mirror” conta com a concepção gráfica do designer Carlos Fides, conhecido por seus trabalhos com as bandas Kamelot, Almah, Noturnall e Evergrey.
Gravado no Broadband Studio, em  Brasília, o disco “Unreflected Mirror” conta com produção fonográfica, mixagem e masterização, de Caio Duarte (Dynahead); enquanto a produção musical e os arranjos orquestrais são do Matheus Maia. Já o coro das faixas é de Caio Duarte (barítono e baixo), e Monica Posel (soprano e alto). A ficha técnica também conta com os poemas na faixa “Intimate Future (Invasive Feelings Part I)” e “Lost Feelings (Invasive Feelings Part II)”, foram escritos por João Batista (JB). Já os vocais masculinos na faixa “Lost Feelings (Invasive Feelings Part II), são de Caio Duarte (barítono). Os guturais na faixa “Intimate Future (Invasive Feelings Part I) e “A New Beginning”, são de Caio Duarte.

Álbum: Unreflected Mirror
Lançamento: 12/11/2018

Clique aqui, e ouça o álbum na sua plataforma de streaming favorita.

Conheça mais sobre a banda “Hamen” nas redes sociais:

Facebook: https://www.facebook.com/hamenofficial
YouTube: https://www.youtube.com/channel/UC3N4Ek1rZUDaehrkLxCIpkQ

 

(Fonte: Júlia Ourique, Assessora de Imprensa)
——————————————-
*** Canal do Rock, por Marcelo Vasconcelos. ***

1 2 3 4 5 6 10